[sapl-dev] Melhorias no módulo Parlamentar - SAPL 2.3

Luciano De Fazio lucianodefazio em gmail.com
Segunda Maio 9 12:46:33 BRT 2011


Jean,

Estive lendo vários documentos sobre conceitos e boas práticas de SVN.

Segundo alguns desses documentos, o conceito de braches importa no
congelamento do código, ao ser lançada como uma versão, não sofrendo mais
alterações, mas somente correções, após rigorosos testes de validação,

Não seria interessante aplicar alguma política de "congelamento" dos braches
??

Por exemplo, após a versão do SAPL 2.3, ninguém mais poderia commitar nesse
branch, senão o responsável pela validação e exclusivamente correção de
eventuais bugs.

Isso significaria uma validação mais consistente do código, mantendo-se a
estabilidade do sistema.

Eventuais melhorias e novas funcionalidades dentro de uma mesma versão
média, ficariam reservadas somente para as tags (versões menores).

Assim, o usuário de uma Casa Legislativa teria duas alternativas ao
atualizar via SVN:

1- utilizando simplesmente o "svn up", para obter as possíveis correções
homologadas naquele branch considerado estável / congelado; ou,

2 -  caso queira obter alguma nova funcionalidade desenvolvida em tags,
seria necessário reapontar sua cópia de trabalho para depois rodar o "svn
up".

A adoção desse conceito, traria vantagens como:

- maior controle sobre o código implementado pelos colaboradores da
comunidade,

- a possibilidade de reapontamento para o branch, em caso de problemas, para
retorno ao código estável

- a garantia de que o branch será realmente estável.

[]'s

Luciano De Fázio


Em 9 de maio de 2011 12:08, Jean Rodrigo Ferri
<jeanferri em interlegis.gov.br>escreveu:

> Em 03-05-2011 12:02, Luciano De Fazio escreveu:
> > Perfeito, Jean.
>
> Olá Luciano,
>
> > Realmente, é necessário convencionarmos a organização do código no
> > repositório.
> >
> > Nossos logins (comunidade) tem os direitos para criação de versões
> menores
> > no subversion? (2.3.1, 2.3.2 ?)
>
> Sim, podem realizar qualquer alteração no nosso SVN.
>
> > Aproveitando sua boa vontade, teria como exemplificar como é que de
> > adicionam as tais versões menores?
>
> O trunk tem sempre versões maiores (1.0, 2.0) ou médias (2.1, 2.2, 2.3).
>
> Os branchs tem no seu nome sempre a versão média
> (http://repositorio.interlegis.gov.br/ILPortalCasas/branches/1.1/), mas
> como eles são destinados a versões estáveis, que é justamente a versão
> menor, essa versão é alterada somente no arquivo version.txt, mantendo o
> diretório sempre com o mesmo nome (versão média). Isso garante que o
> usuário atualize se sistema estável simplesmente rodando 'svn up', sem
> ter que reapontar a cópia de trabalho.
>
> Os tags são sempre marcados com versão menor (2.2.1, 2.2.2) pois se
> referem às releases do sistema
> (http://repositorio.interlegis.gov.br/ILPortalCasas/tags/1.0.1/).
>
> Lembrando que para fazer um novo branch ou tag usa-se o comando 'svn cp'.
>
> Abraço,
>
> --
> Jean Ferri
> Analista de Sistemas
> Interlegis - Brasília (DF)
> --
> Wiki do SAPL:
> http://colab.interlegis.gov.br/wiki/ProjetoSapl
>
> Regras de participação:
> http://colab.interlegis.gov.br/wiki/ComoParticiparComunidade
>
> Para administrar sua conta visite:
> http://listas.interlegis.gov.br/mailman/listinfo/sapl-dev
>
-------------- Próxima Parte ----------
Um anexo em HTML foi limpo...
URL: http://listas.interlegis.gov.br/pipermail/sapl-dev/attachments/20110509/a2452304/attachment.htm 


Mais detalhes sobre a lista de discussão SAPL-dev