[plonegov-br] Apresentação UFAL

André Domarques domarques em gmail.com
Sexta Novembro 13 12:31:17 BRST 2009


Prezados, prazer por conhecê-los e agradeço a oportunidade de participar da
lista.

Conforme o protocolo da lista, estarei apresentando nossa jornada no mundo
PZP a seguir.

A Universidade Federal de Alagoas começou a utilizar o Plone (v2.1x) em
2005, a partir de uma timida tentativa de unificação de seus sítios e
portais instituicionais, tentando padronizar tanto do ponto de vista de
sistemas, quanto de processos organizacionais. Encurtando a história, a
iniciativa não teve muito sucesso, resumindo por que não teve o apoio
institucional necessário. Há de se convir a complexidade organizacional das
IFES, principalmente por seus vários perfis de usuários/pessoas.

Em 2007 voltamos a investir na utilização do Plone (v2.5x), no entanto, com
uma proposta conceitual inovadora, dentro de um Programa de Gestão do
Conhecimento, e através de um projeto deste programa, criamos um modelo
conceitual que modifica a disposição de sítios e portais da Instituição. Tal
modelo foi criado a partir da constatação de que boa parte dos usuários
necessitavam conhecer inicialmente a estrutura organizacional para poder ter
acesso à informações e serviços, um problema presente na maioria das IFES,
senão todas. Imaginem uma pessoa que não está no dia-a-dia na Instituição e
necessita saber sobre os cursos dados financeiros? Ela teria que saber que
existe a Pró-Reitoria de Gestão Institucional, Superintendência
Universitária e/ou o Departamento de Contabilidade e Finanças para ter
acesso a algum tipo de informação ou serviço e que ainda dependeria de se
tais setores possuem ou não sítios e se disponibilizariam tais informações
que o usuário necessita. Enfim, um problema não tão simples de resolver.

Desta forma, estruturamos os Portais Temáticos, que compreendem: Portal do
Aluno, Servidor (Docente e Técnicos Adm.), Extensão (Sociedade em geral),
Gestor (Gestores da Instituição e órgãos governamentais) e Inovação
(Empresas, Profissionais Liberais etc.) e todos esses portais abrangem
informações e serviços, originados de diferentes setores da Instituição, ou
seja, vários setores interagem em diferentes portais de acordo com o seu
destinatário. O aluno, no portal do aluno, terá todas as informações e
serviços de seu interesse, e assim sendo, acontece nos demais portais.

O Plone foi a ferramenta mais adequada para tal missão, uma vez que
apresenta uma arquitetura bastante adequada às nossas necessidades. Além do
que, não apenas na disponibilização de informações, mas principalmente
serviços, que por sua vez necessita geralmente de integração com sistemas
legados, além das inumeras vantagens do ponto de vista da administração do
sistema, específicamente na parte da infra-estrutura.

Além dos portais temáticos, também estamos estruturando os portais das 21
Unidades Acadêmicas, que estarão interagindo também com os portais
temáticos.

O Programa e seus projetos (portais temáticos e das unidades acadêmicas)
estão em fase de implantação e estima-se que até final de 2010 estaremos com
a base de todos os portais implatados e prontos para que possamos focar mais
na oferta de serviços nos portais, até porque, estamos mudando/desenvolvendo
alguns sistemas legados e alguns serviços (ldap, webmail etc) na
Instituição.

Possuimos vários artigos, inclusive, recentemente lançamos um livro na área
de gestão do conhecimento e governança universitária, com um capítulo
especial sobre o programa, abordando sobre nossas ações, que são sustentadas
brilhantemente pelo PZP. Recentemente apresentei nosso modelo conceitual no
KMBrasil 2009, na ocasião, fui convidado para dar maiores detalhes sobre o
modelo e a ferramenta para uma organização de Curitiba, geralmente o pessoal
fica encantado com o que estamos fazendo na UFAL, ainda que com suas
deficiências, mas no compto geral, impressiona.

Resumidamente, utilizamos a seguinte estrutura para nosso ambiente:
GNU/Linux Debian, Pound, Apache, Squid, ZEO e Zclients. Atualmente temos
três lâminas com 2xXeonQuad, 8GB Ram (sendo uma com 6GB) e 146GB SAS cada.
Antigamente os portais eram hospedados em um servidor com 1xXeonDual, 1GB de
RAM e 146GB RAID0 e após um grave dano, passou-se para um desktop com 4GB de
RAM, que aguentou a carga por um breve período.

Somos uma equipe (exclusivamente na excução dos projetos) composta por: 1
servidor (eu, na parte de gestão de projetos/adm. de sistemas GNU/Linux), 1
consultor externo (consultoria e desenvolvimento PZP) e 4 bolsistas (de
ciência da computação). É uma equipe reduzida sim, tentamos ao máximo
corresponder no cumprimento das atividades dos projetos. Utilizamos algumas
das boas práticas/GP como PMBoK, ITIL e SCRUM. Além disso, criamos uma
metodologia de desenvolvimento de portais corporativos para instituir
padrões para tal dentro da Instituição, observando legislações pertinentes
(MEC, CGTIC/Presidência, MPOG/CGU etc). Chegamos a criar também manuais de
administração de conteúdos e adm de portais em Plone.

É isso pessoal, tentei ser breve mas não foi possível, não teria como
descrever sucintamente aqui nossas ações, caso não tenha deixado algo claro,
quem tiver o interesse, pode me procurar, estarei a disposição.

Aproveitando, é uma pena que não possamos participar do Plone South America
Symposium, seria ótimo se pudessemos apresentar algo dos nossos projetos,
quem sabe na próxima oportunidade.

Adm. André Domarques
-------------- Próxima Parte ----------
Um anexo em HTML foi limpo...
URL: http://listas.interlegis.gov.br/pipermail/plonegov-br/attachments/20091113/658f2f34/attachment.htm 


Mais detalhes sobre a lista de discussão PloneGov-BR