[interlegis] [gial] 'Não se justifica o Interlegis e o ILB'

luis fernando machado neranto em gmail.com
Quinta Julho 30 14:33:16 BRT 2009


Professor Marcelo, boa tarde,
Acredito que há um ponto de convergência que acaba se sobrepondo as funções
do ILB e do Interlegis - Educação.  Fácil verificar nos sites: www.senado.*
gov*.*br*/sf/senado/*ilb*/   e   http://saberes.interlegis.gov.br/  ; por
isso, o cerne da questão: as duas colaboram com educação e, a meu ver, e
também, o citado no relatório da FGV, o foco elencado tendeu-se ao
posicionamento para a corrente política de extinção tanto do ILB quanto do
Interlegis, unificando todas essas funções à competência exclusiva da
Universidade do Legislativo - Unilegis (órgão máximo de educação do Senado
Federal, objetivando capacitar servidores dos 3 Poderes e conveniados).
Seria óbvio aplicar no Unilegis um repositório de educação implementadas
pelas 2 instituições.  Mas não é só de educação que vive o Interlegis,
aliás, o Interlegis implementou a educação à distância muito antes do ILB,
por força do Programa Interlegis I, exigido pelo BID, no sentido de
capacitação dos servidores do legislativo brasileiro no campo da educação à
distância, copiado pelo ILB.  E o Interlegis acabou sendo referência
formando milhares de pessoas.  O liame educacional verte para os 3 órgãos -
Unilegis, ILB e Interlegis.
Vejo facilidades na defesa do Interlegis na sua operacionalidade, excluída a
educação - transplante-a então para a Unilegis, conforme a coerência do
relatório da FGV.
Professor, a competência do Interlegis vai muito além da educação, por
buscar transparência na administração legislativa, o Interlegis cria portal
modelo, cria sistema de acompanhamento do processo legislativo - SAPL,
disponibiliza serviços e produtos conforme link do próprio site do
Interlegis.
Desde que aqui cheguei (agosto de 2008), apesar de ser servidor concursado
do Senado desde 1993 e servir em poucos gabinetes de senadores (dentre eles,
o saudoso Lauro Campos com sua ética implacável e Aloisio Mercadante que
menciona o meu nome em sua obra "Brasil primeiro tempo", por colaborar com a
mesma), vi a importância do Interlegis no âmbito do legislativo brasileiro
por modernizar e integrar todas as Casas Legislativas, e isso, só um adendo,
o Interlegis, em cooperação internacional, foi ultramarinho ao capacitar
servidores da Assembleia Nacional Popular de Guiné-Bissau, além de ser
referância aos países integrantes do Mercosul.
Espero, digníssimo professor, clarificar o cerne que pode implodir com o
Interlegis - educação, quem diria, ainda mais para nós, que professamos.
Abraços,
Luis Fernando


2009/7/30 Prof. Dr. Marcelo Arno Nerling <mnerling em usp.br>

> Prezado Luis Fernando,
> eu gostaria de te pedir um maior esclarecimentos sobre o que chamas de
> 'cerne da questão'. Eu lí na Folha na semana passada que o Agaciel foi
> designado, nesse momento de purgatório, para o ILB.
> Pois bem, afinal, se o Interlegis emitiu 10.000 cerfiticados em um
> ano, quais os dados do ILB?
> É republicano mantenhamos intactas estruturas ineficientes que são
> velhos guardaroupas de charlatões?
> Poderias falar mais sobre as diferenças entre o Interlegis e o ILB?
> Devemos insistir apenas na manutenção do Intelegis e com isso
> concordar com a manutenção do ILB? Então, mantemos tudo como era
> antes? Será que é isso que o Povo, do qual emana todo o poder do
> Estado, está esperando?
> Te agradeço pela interlocução. Estamos na luta para fortalecer a
> Comunidade do Interlegis e acredito piamente na vitória.
> Att.
> --
> Prof. Dr. Marcelo Arno Nerling
> Curso de Gestão de Políticas Públicas
> Escola de Artes, Ciências e Humanidades
> Universidade de São Paulo - USP
>
>
> Citando luis fernando machado <neranto em gmail.com>:
>
> > Professor Marcelo,
> > Louvável o seu posicionamento.  O que foi reproduzido no relatório da
> FGV,
> > sem consultar o objetivo primário do Interlegis, ofusca o que de mais
> > precioso o Legislativo brasileiro possa se orgulhar.  Visibilizando as
> > caixinhas do relatório da FGV, congregariam uma só estrutura, tendo no
> topo
> > a UNILEGIS, o ILB e o programa Interlegis.  Creio que o critério adotado
> foi
> > a de unificar esses órgãos pelas suas funções específicas - ensino.  Mas
> o
> > ILB oferece ensino à distância, porque o Interlegis também oferece ensino
> à
> > distância...aí está professor, o cerne da questão.  Confunde-se a
> > sobreposição.  Tudo bem que o ensino à distância poderia ser centrado em
> uma
> > só instituição.  Pelos dados do Interlegis, em um ano formou-se mais de
> > 10.000 alunos, todos os cursos são gratuitos e oferecidos à sociedade.
> > Óbvio que o programa Interlegis dispõe de $ 32,000 oriundos do convênio
> > PNUD/BID a serem aplicados em sua segunda etapa, talvez haja essa
> confusão.
> > Espero estar contribuindo, dignissimo professor,
> > Abraço
> > Luis Fernando - Chefe do SPDT/Interlegis
> >
> > 2009/7/24 Prof. Dr. Marcelo Arno Nerling <mnerling em usp.br>
> >
> >> Distinguid em s,
> >> temo por uma polarização com meia verdade.
> >> O Hélio, homem da comunicação, sabe bem que há uma diferença entre as
> >> duas orações que decoram os títulos/assuntos das mensagens envolvendo
> >> o hipotético fim do Interlegis. E esta constatação não retira a força
> >> das chamadas do Hélio.
> >> Todo o País tem acompanhado a vergonha patrimonialista no Senado. Há
> >> sim desperdício de dinheiro público. Isso é inegável, todos nós o
> >> sabemos. O Senado não é Senado de Anjos, mas de uma porção de homens
> >> públicos (sic) que não tem tido vergonha de envergonhar toda Nação com
> >> sua fúria patrimonialista e parasitária.
> >> Até o momento não ví nenhuma planílha de custos do Interlegis. Não sei
> >> quanto se gasta com esta estrutura e quanto se gasta com o ILB. Esse
> >> dado é fundamental.
> >> Eu tendo a concordar com o Senador Mercadante, que não é um canalha,
> >> antes pelo contrário, de que é um desperdício manter estruturas
> >> sobrepostas. Se somos melhores, e acredito que o somos, então o foco
> >> deve ser pela manutenção do Interlegis em novas bases.
> >> Já me pronunciei na enrevista ao Chapa Branca, entendendo que devamos
> >> sim unificar todas esses órgãos baixo a Universidade do Senado.
> >> Pretendo fazer um contato com o próprio Senador Mercadante na próxima
> >> semana para reforçar a posição científica que temos, no sentido de que
> >> o Interlegis é o mais profundo programa de apoio legislativo desse
> >> País. Pouco conhecido mas com grande potencial.
> >> Portanto, vamos lutar sim, mas não com armas ideológicas. Prefiro
> >> pensar técnicamente e não ideologicamente nessa questão. Desta forma,
> >> acredito estar sendo coerente com a Ciência, sem desconhecer a
> >> vitalidade da Política, ambas, grandes vocações. Ou será que se
> >> justifica o Interlegis e o ILB? E a duplicidade de funções sem
> >> transparencia é justificável em um regime Republicano?
> >> Saudações legislativas e força total ao Interlegis.
> >> Att.
> >> --
> >> Prof. Dr. Marcelo Arno Nerling
> >> Curso de Gestão de Políticas Públicas
> >> Escola de Artes, Ciências e Humanidades
> >> Universidade de São Paulo - USP
> >>
> >>
> >> Citando Hélio Leite Teixeira <heliolteixeira em gmail.com>:
> >>
> >> > Pessoal,
> >> >
> >> > Para aqueles para quem a "ficha ainda não caiu" e pensam que o
> >> > Interlegis não se encontra sob forte ameaça, vejam a declaração dada
> >> > pelo Senador Aloísio Mercadante do PT de São Paulo:
> >> >
> >> > [O]Interlegis: "É um desperdício de dinheiro que não se justifica o
> >> > Interlegis e o ILB. Vamos enxugar a estrutura. Vamos reformar com
> >> > profundidade".
> >> >
> >> > Se ainda estão duvidando, vejam no endereço:
> >> > http://www.senado.gov.br/lidpt/detalha_noticias.asp?codigo=59525
> >> >
> >> > Pessoal é hora de acordar, como já falei, temos apenas duas opções,
> >> > (1) aguardarmos passivamente o desfecho disso tudo, (2) ou LUTAR por
> >> > aquilo que acreditamos.
> >> >
> >> > Todos os participantes da lista devem assinar urgentemente o
> >> > abaixo-assinado "Em defesa do Interlegis" no endereço
> >> > http://www.abaixoassinado.org/webroot/abaixoassinados/4730
> >> >
> >> > E DEVEM AINDA SOLICITAR AOS VEREADORES DA SUA CAMARA PARA ENVIAREM
> >> > CORRESPONDÊNCIAS PARA OS SENADORES DO SEU ESTADO, PARA A LIDERANÇA DO
> >> > PT NO SENADO E PARA A MESA DIRETORA DO SENADO SE POSICIONANDO
> >> > CONTRARIAMENTE AO TÉRMINO DO INTERLEGIS.
> >> >
> >> > Já disponibilizamos um modelo padrão para esta correspondência no
> >> > endereço: http://comunicacaochapabranca.com.br/?p=7514
> >> >
> >> > Grande abraço,
> >> >
> >> > --
> >> > Hélio Leite Teixeira
> >> > Assembléia Legislativa de Alagoas
> >> > Acesse o http://ComunicacaoChapaBranca.com.br
> >> > --
> >> > Site da Comunidade GIAL
> >> > http://colab.interlegis.gov.br
> >> >
> >> > Para pesquisar o histórico da lista visite:
> >> > http://colab.interlegis.gov.br/wiki/PesquisaListas
> >> >
> >> > Para administrar sua conta visite:
> >> > http://listas.interlegis.gov.br/mailman/listinfo/gial
> >> >
> >> >
> >>
> >>
> >>
> >> --
> >> Site da Comunidade GIAL
> >> http://colab.interlegis.gov.br
> >>
> >> Para pesquisar o histórico da lista visite:
> >> http://colab.interlegis.gov.br/wiki/PesquisaListas
> >>
> >> Para administrar sua conta visite:
> >> http://listas.interlegis.gov.br/mailman/listinfo/gial
> >>
> >
>
>
>
> --
> Site da Comunidade Interlegis
> http://www.interlegis.gov.br
>
> Para pesquisar o histórico da lista visite:
> http://colab.interlegis.gov.br/wiki/PesquisaListas
>
> Para administrar sua conta visite:
> http://listas.interlegis.gov.br/mailman/listinfo/interlegis
>
-------------- Próxima Parte ----------
Um anexo em HTML foi limpo...
URL: http://listas.interlegis.gov.br/mailman/private/interlegis/attachments/20090730/09a3e018/attachment.htm 


Mais detalhes sobre a lista de discussão Interlegis