[gitec] ColaboraÁ„o SAAL.

Ramiro B. da Luz ramiroluz em gmail.com
Segunda Dezembro 2 11:52:08 BRST 2013


Ol√° pessoal.

Estou elaborando uma atualização na página de colaboração do SAAL,
escrevi uma nova vers√£o, mas antes de colocar no ar gostaria de uma
revis√£o.

Por favor, quem tiver um tempo para revisar e contribuir faça. Eu queria
deixar on-line e permitir revis√Ķes antes de publicar, ao estilo do workflow
do Plone, mas o wiki funciona diferente.

Quando estiver minimamente razo√°vel a gente p√Ķe no wiki e vai contribuindo
l√° mesmo.

Abraços.

http://colab.interlegis.leg.br/wiki/ColaboracaoSAAL

-- 
--
-- Ramiro Batista da Luz
-- ramiroluz em gmail.com
-- (41) 9173-2231
-- http://www.ramiroluz.eti.br
-- Programador || C√Ęmara Municipal de Curitiba
-------------- Průxima Parte ----------
== Proposta de colaboração SAAL ==


=== Introdução ===

Este documento apresenta uma proposta para desenvolvimento colaborativo do sistema SAAL, ver ProjetoSaal. Serão apresentados o objetivo dessa colaboração, a justificativa para colaborar com este sistemas, escopo do projeto, perfis profissionais e modelos de colaboração. Este documento substitui uma proposta antiga, ver ColabSaalAntiga.

=== Objetivo ===

Os estados e munic√≠pios brasileiros possuem caracter√≠sticas particulares. Mesmo que todos sigam uma √ļnica constitui√ß√£o federal, ainda tem legisla√ß√£o local, as leis estaduais e municipais. O objetivo dessa colabora√ß√£o √© possibilidar a adapta√ß√£o dos m√≥dulos do ProjetoSaal para a realidade das diversas regi√Ķes do Brasil. Nada melhor do que contar com as pessoas que vivem essa realidade. Dessa forma, esse documento deve servir para chamar interessados em colaborar.

=== Justificativa ===

Sabe-se que √≥rg√£os p√ļblicos de todas as esferas de governo bem como √≥rg√£os legislativos e judici√°rios utilizam muitos softwares propriet√°rios, desenvolvidos por empresas diversas. Outros possuem equipes dedicadas a desenvolver software para uso interno. Institui√ß√Ķes p√ļblicas como C√Ęmaras Municipais, investem recursos p√ļblicos nesses sistemas, com poucas varia√ß√Ķes, todos possuem caracter√≠sticas semelhantes. Por exemplo, algumas C√Ęmaras compram um sistema de tesouraria de uma empresa, outras compram de outra empresa, outras desenvolvem cada uma o seu sistema de tesouraria. No caso das C√Ęmaras que desenvolvem seus sistemas, recursos p√ļblicos s√£o investidos para fazer sistemas que servem para o mesmo fim, seguindo a mesma legisla√ß√£o estadual e federal, com pequenas varia√ß√Ķes para atender as leis municipais. No caso de empresas, ap√≥s alguns anos, por quest√Ķes legais, se faz necess√°rio uma nova licita√ß√£o, n√£o √© poss√≠vel renovar eternamente um contrato com uma empresa, ent√£o uma nova empresa pode ganhar a licita√ß√£o sendo necess√°rio fazer implanta√ß√£o, migra√ß√£o e novos treinamentos para o outro sistema, pois o contrato s√≥ permitia usar o sistema. No caso de um sistema livre e colaborativo nada disso iria ocorrer, as C√Ęmaras desenvolvem o mesmo sistema, adaptando as realidades locais, permitindo inclusive que empresas forne√ßam servi√ßos de implanta√ß√£o, treinamento, suporte e at√© desenvolvimento, pois todos tem acesso ao c√≥digo fonte do software.

=== Escopo do projeto ===

O projeto irá desenvolver os seguintes módulos:

  * Orçamento
  * Contabilidade
  * Recursos Humanos
  * Folha de Pagamento
  * Patrim√īnio
  * Material
  * Tesouraria

Mais detalhes podem ser vistos no documento de especificação, EspecificacaoSaal.


=== Perfis profissionais ===

Os seguintes perfis profissionais são desejáveis nesse projeto de colaboração, mas qualquer interessado pode se candidatar a colaborar. São eles:

  * Contadores
  * Analistas e técnicos de Recursos Humanos
  * Analistas e técnicos administrativos com especialidades:
    - Folha de pagamento
    - Patrim√īnio
    - Material
    - Tesouraria
  * Analistas Jur√≠dicos e Advogados especialistas em Direito Administrativo P√ļblico
  * Webdesigner
  * Analistas e desenvolvedores de sistema, especialmente web

=== Modelo de colaboração e negócios ===

Existem algumas possibilidades de colaboração propostas mas outras formas podem ser sugeridas.

==== Colaboração pela cessão de funcionários ====

Funcionários com os perfis citados podem ser cedidos para colaborar com a especificação, análise, desenvolvimento, testes e homologação dos módulos previstos no projeto.

==== Colaboração investimento em contratação ====

Institui√ß√Ķes p√ļblicas que outrara gastavam recursos p√ļblicos com contrata√ß√£o de software propriet√°rio, podem investir recursos p√ļblicos para contratar empresas para desenvolver m√≥dulos ou funcionalidades do sistema, inclusive podem ser criados cons√≥rcios de √≥rg√£os p√ļblicos para contrato de diversos m√≥dulos.

==== Modelo de negócios para empresas ====

Empresas de desenvolvimento de software podem oferecer serviço de desenvolvimento, implantação, treinamento, suporte e hospedagem do sistema.

==== Interessados em colaborar ====

  * Ramiro Batista da Luz, C√Ęmara Municipal de Curitiba, PR
  * Jorge Dantas, Rio Grande do Norte
  * Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Norte
  * Fabiano de Almeida, C√Ęmara Municipal de Telemaco Borba, PR
  * Assembleia Legislativa de Rond√īnia, RO
  * Prefeitura de Janu√°ria, MG

=== Conclus√£o ===

A filosofia de colabora√ß√£o do software livre permite que diversos setores da sociedade participem de um projeto como esse. Esse conceito permite que empresas participem de concorrencia leal, pois todos tem acesso ao c√≥digo fonte. Ainda, o conhecimento √© distribu√≠do, funcion√°rios de diversos √≥rg√£os p√ļblicos tem acesso ao conhecimento de modo a evitar o monop√≥lio de informa√ß√£o, muito comum no passado de algumas institui√ß√Ķes. Existe uma padroniza√ß√£o e a transpar√™ncia pode ser total, desde o c√≥digo fonte at√© as informa√ß√Ķes produzidas. A criatividade √© estimulada, com o acesso ao modo de funcionamento dos sistemas, a sociedade civil organizada pode produzir solu√ß√Ķes diversas. Acreditamos, portanto, que esse modelo √© ideal para √≥rg√£os p√ļblicos e esperamos obter colabora√ß√£o suficiente para realizar um projeto de muito sucesso que traga benef√≠cios para toda sociedade com otimiza√ß√£o de utiliza√ß√£o de recursos p√ļblicos.


Mais detalhes sobre a lista de discuss„o GITEC