[gitec] [Dica - pkill ] Matar processo.

--==JapaNix==-- japanix em gmail.com
Terça Maio 22 08:39:43 BRT 2012


Queridos Gitec'ers,

   Para os mais experientes não será novidade, mas para os
mais inexperientes ajuda.. rs.. como me ajudou hahahah

   Agora de manhã em casa rs.. acionei um Hugin que ficou "pensando" até
que não respondeu mais...

   Pesquisei as maneiras de fechar ele já que a interface não estava mais
ajudando.



  Solução demorada:
     Ir até o terminal descobrir qual o PID do processo e da um kill pelo
PID.

-----------------Recorte------------------------------------
*$ ps aux*
XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

Mas este método pode demorar e dar trabalho. Então se souber o nome do
processo, pode procurar direto por ele, coisa que facilita muito a vida. Se
o processo fosse o firefox, por exemplo, poderíamos procurar usando o
comando:

*$ ps -ef | grep firefox*
XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

1. kill - Matar o processo informando o PID

Todos os exemplos abaixo enviam um sinal TERM para o processo especificado
pelo PID, ele é o padrão do comando kill. Tanto o nome quanto o número do
sinal pode ser usado. É só procurar o PID do processo e usá-lo no exemplo.

*$ kill -SIGTERM pid
$ kill -TERM pid
$ kill -15 pid*

Se quiséssemos matar o firefox faríamos:

*$ ps -ef | grep firefox*
XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX??????????????????????
*1986* ?        Sl     7:22 /usr/lib/firefox-3.5.3/firefox

*$ kill -9 1986*

Dicas:

a) Mata todos os processos que sua permissão no sistema permite:

*$ kill -9 -1*

b) Lista as opções disponíveis de sinal em uma tabela:

*$ kill -L*

Fonte:
http://www.vivaolinux.com.br/artigo/Como-matar-um-processo-kill-killall-pkill-e-xkill

---------------------------------------------------------------






     *A Solução mais rápida foi..* ir ao terminal e digitar "pkill
nomedoprecesso" (sem as aspas), que ele finalizou o processo sem muito
trabalho!!!

----------------recorte------------------------
3. *pkill* - Envia sinal baseando-se no nome do processo

Envia um sinal para quaisquer processos informando-se todo o nome ou apenas
parte do nome deles. Não é preciso especificar o PID dos processos para
enviar o sinal. A parte do nome ou o nome todo deve estar especificado nos
15 primeiros caracteres para ser comparado. Tendo um processo cyclope
rodando um exemplo seria:

a) Verificar os processos que serão afetados pelo pkill usando o comando:

*$ pgrep -l cyclope*
14801 cyclope-server
14852 cyclope-client
14853 cyclope-data

b) Enviar o sinal:

*$ pkill cyclope*

Pronto, processo(s) morto(s).

Fonte:
http://www.vivaolinux.com.br/artigo/Como-matar-um-processo-kill-killall-pkill-e-xkill?pagina=2
-------------------------------------------------



  *A Dica então é usar o pkill* e o nome do processo, deixando de ser
necessário o numero do PID.

Boa terça a todos!



-- 


Abraços,

Ishida
CM Ribeirão Preto

Sent by Nokia 3311

-----------------------------------------------------------------------------------------------------
Antes de imprimir... tenha certeza que a impressora está ligada.. rs...
Fone: 16-3607-4008

http://www.ininitiolitis.blogspot.com.br/
https://twitter.com/#!/JapaNixRss
http://www.flickr.com/photos/japanix/
-------------- Próxima Parte ----------
Um anexo em HTML foi limpo...
URL: http://listas.interlegis.gov.br/pipermail/gitec/attachments/20120522/53eea909/attachment.htm 


Mais detalhes sobre a lista de discussão GITEC