[gitec] Melhorias nos ambientes da comunidade

luis fernando pires machado lfernan.machado em gmail.com
Quarta Agosto 24 10:07:08 BRT 2011


Estimados,
Há muito venho me perguntando: por que o COLAB não é organizado?  São
penduricalhos de um link aqui ou acolá...São trilhas onde não parecem
parar...
Acredito em soluções fáceis, mas as elucubrações tendem a segurar o
progresso com tentativas vãs (perdoem-me os profissionais de informática,
mas isso ocorre em todas as áreas do conhecimento humano).
Tenho como referência e visito, com certa frequência o blog "Chapa Branca",
do nosso digníssimo Hélio que, concito dar uma olhada em várias chamadas
como "cidadania digital" e "siga twiter".  Como sugestão de leigo no assunto
poder-se-ia criar o "DICAS DO COLAB" ou "SOLUÇÕES GITEC: mais recente>mais
comentadas>mais lidas".  A concepção das redes sociais é inovadora e capaz
de estimular toda a comunidade legislativa com o "TWITER".  O importante é
adequar às boas práticas...
Abraço,
Luis Fernando

Em 24 de agosto de 2011 09:01, Alano dos Santos Castro Filho <
alanofilho em gmail.com> escreveu:

> Hélio,
>
> Como sempre você foi brilhante nas suas colocações no que se refere as
> comunidades "geridas" pelo Interlegis. Muito consciente e responsável o seu
> comentário.
>
> Concordo com o que você falou, e mesmo sem ser um participante muito ativo
> da comunidade em grande parte por estar atualmente em um Tribunal de Contas
> de Estado, sinto exatamente o você expôs.
>
> Temos que de alguma maneira movimentar as comunidades para que haja uma
> maior proatividade e assim construir e expandir o conhecimento coletivo.
>
> Estou a disposição para lutar pela melhoria das comunidades Interlegis.
>
> Grande abraço à todos.
>
> Alano
>
> Em 23 de agosto de 2011 22:27, Hélio Teixeira <heliolteixeira em gmail.com>escreveu:
>
> Olá pessoal
>>
>> Antes de falar do Colab gostaria de fazer algumas considerações que
>> vão de encontro a um dos problemas listados pelo Angelo, a
>> desmotivação da Comunidade.
>>
>> Em primeiro lugar concordo com o Angelo. Não podemos tapar o sol com
>> uma peneira, a desmotivação da Comunidade é um fato público e notório,
>> e precisamos urgentemente combater esse problema.
>>
>> De cara gostaria de apontar duas questões que, em minha opinião, estão
>> na raiz do problema:
>>
>> 1 - O papel da Comunidade no ecossistema Interlegis
>>
>> Acredito que o Interlegis como Instituição, ainda não percebeu o real
>> potencial das  comunidades criadas em torno do projeto. O papel que as
>> comunidades exercem hoje dentro do ecossistema Interlegis é muito
>> tímido.
>>
>> Enxergar as comunidades como meras “solucionadoras” de problemas
>> operacionais ou mesmo como meras estruturas de suporte aos usuários
>> dos produtos Interlegis, é o mesmo que ter uma Ferrari na garagem
>> apenas para levar as crianças à escola. É óbvio que podemos utilizar a
>> Ferrari para levar os filhos ao colégio, os meus filhos, por exemplo,
>> iriam adorar rsrs, mas, convenhamos, isso seria um grande desperdício.
>>
>> Acredito que o grande desafio que o Interlegis precisa enfrentar nos
>> próximos anos é o de construir um novo modelo de colaboração e
>> governança onde o Programa possa aproveitar todo o potencial criativo
>> e colaborativo das comunidades.
>>
>> Só para dar um exemplo, acredito que as comunidades podem ser a
>> solução para um problema histórico do Interlegis, a baixa
>> escalabilidade das suas ações. A equipe de profissionais do
>> Interlegis, apesar de ser extremamente dedicada e muito competente,
>> não consegue atingir a escala desejada. O Brasil é muito grande e
>> precisamos de mais gente para disseminar os nossos produtos e serviços
>> em todas as regiões do país.
>>
>> Precisamos dar um salto de qualidade e de quantidade em nossas ações.
>> Precisamos enxergar a real dimensão do nosso problema, ou seja, os
>> mais de cinco mil municípios brasileiros e não apenas uma ou duas
>> centenas deles, como acontece atualmente.
>>
>>
>> 2 – A gestão dos ambientes visuais deliberativos comunitários
>>
>> Atualmente os ambientes que dão suporte aos relacionamentos no âmbito
>> do ecossistema Interlegis (listas de discussão, Colab, Portal
>> Interlegis, etc...) são geridos como entes separados, de forma
>> desconexa e totalmente desarticulada. Todos os ambientes funcionam
>> como verdadeiros silos, isolados uns dos outros.
>>
>> Eu até já escrevi sobre isso alguns anos atrás e já sugeri uma
>> reconfiguração da presença digital do Interlegis. Confiram em
>>
>> http://comunicacaochapabranca.com.br/wp-content/uploads/2010/02/presenca-digital-interlegis-2000x1740def.jpg
>> e também em
>> http://listas.interlegis.gov.br/pipermail/gicom/attachments/20100303/a2f3730c/attachment.pdf
>>
>> As listas, por exemplo, possuem apenas um processo de moderação. Isso
>> é muito pouco.  O processo de moderação, por natureza e definição, é
>> processo puramente “reativo”.
>>
>> Acredito que já passou da hora de termos uma gestão profissional das
>> nossas plataformas de relacionamentos. Precisamos implantar uma
>> dinâmica nova na gestão dos nossos ambientes relacionais.
>>
>> Precisamos de pessoas dentro da estrutura do Interlegis que pensem
>> exclusivamente na gestão dos ambientes relacionais. Pessoas com
>> dedicação exclusiva a essa missão.
>>
>> ********************
>>
>> Feita essa breve introdução, vamos falar do Colab. Afinal, o colega
>> consultor foi contratado para cuidar da “ferramenta” Colab, e muitas
>> das medidas acima propostas fogem totalmente do alcance da sua missão.
>>
>> Portanto, aqui vai a minha contribuição inicial ao debate sobre a
>> “ferramenta” Colab.
>>
>>
>> COLAB
>>
>> Não tenho grandes discordâncias com relação as intervenções feitas
>> pelos colegas até aqui. Assim, para evitar redundâncias com as muitas
>> sugestões apresentadas até agora, segue algumas considerações sobre
>> temas ainda não discutidos até aqui.
>>
>> O Colab é um típico ambiente de criação descentralizada de valor. E
>> como todo ambiente desse tipo é preciso que as informações geradas em
>> seu âmbito sejam tratadas de forma que atendam as demandas específicas
>> desse tipo de ambiente.
>>
>> Tendência à dispersão
>>
>> Uma das característica mais marcantes desse tipo de ambiente é a
>> tendência natural de dispersão da informação. Como os tíckets são
>> gerados aleatoriamente e de maneira descentralizada há uma tendência
>> natural à dispersão do conteúdo.  Um dos sintomas mais visíveis dessa
>> tendência é a constante reclamação que ouvimos dos usuários dando
>> conta que as informações ficam “escondidas”  e  difíceis de
>> recuperar...
>> Algumas medidas relativamente simples podem ser adotadas para
>> minimizar os efeitos da inevitável dispersão:
>>
>> 1 – Adoção de uma interface stream para a home. Onde tenhamos visível
>> pelo menos  três grande fluxos de conteúdo: Itens pendentes, itens
>> resolvidos e “melhores soluções” separadas por produtos e/ou temas (a
>> expressão é provisória, podemos pensar em outra melhor... rsrs).
>> Claro que podemos ter outros fluxos de conteúdo que dêem visibilidade
>> a outros tipos de conteúdos que a Comunidade julgue relevante.
>>
>> 2 – Criação de um sistema de alerta automático apontado para o maior
>> entre todos os pontos focais do ecossistema, ou seja, as listas de
>> discussão. O alerta - que pode ter uma periodicidade semanal,
>> quinzenal ou mensal - deve ser enviado às listas relatando as últimas
>> atividades no Colab, tickets pendentes (detalhando também há quanto
>> tempo cada ticket está pendente), e qualquer outro tema relevante...
>>
>> 3 – Possibilidade de acompanhamento por alertas automáticos (via
>> email) da evolução de algum ticket específico ou categoria de conteúdo
>> (ex.: alguém pode querer ficar a par de todos os tickets abertos que
>> digam respeito ao Portal Modelo). Os usuários podem “assinar” um
>> ticket específico ou categoria de conteúdo e cadastrar um email para o
>> recebimento dos alertas.
>>
>> Validação do conteúdo (Inteligência Coletiva  X Inteligência Seletiva)
>>
>> Neste ponto, gostaria de corroborar com a opinião do Petrônio em uma
>> discussão que aconteceu aqui na lista sobre o Colab alguns meses
>> atrás.
>>
>> Além disso advogo a implantação de um sistema da avaliação de conteúdo
>> (rating system) por parte dos usuários. Com uma pequena e MUITO
>> IMPORTANTE RESSALVA. É preciso ter muito cuidado para escolher o tipo
>> certo de  sistema de avaliação.
>>
>> O Colab como a maioria dos ambientes que formam o ecossistema
>> Interlegis tem em seus relacionamentos  uma predominância dos chamados
>> “strong ties” . Portanto, é necessário tomar algumas precauções
>> (configurações, critérios e cálculos dos resultados, etc...) para que
>> o sistema de rating, eventualmente implantado, possa trazer à tona uma
>> manifestação objetiva da chamada inteligência coletiva, e não tenhamos
>> o surgimento de uma “inteligência seletiva” algo cada vez mais comum
>> nos ambientes visuais deliberativos onde predominam as relações do
>> tipo “strong ties”.
>>
>> Bem pessoal, por hora é isso que tenho para falar.
>>
>> Na próxima intervenção vou falar da interface e dos cuidados visuais
>> necessários para a construção e a entrega da melhor experiência
>> possível aos usuários no quesito apresentação e recuperação das
>> informações.
>>
>> Grande abraço
>>
>> --
>> Hélio Teixeira
>> IHT/Brasil
>> http://InstitutoHT.com.br <http://institutoht.com.br/>
>> http://ComunicacaoChapaBranca.com.br<http://comunicacaochapabranca.com.br/>
>> http://twitter.com/helioteixeira
>>
>>
>> Em 15 de agosto de 2011 15:51, Sergio Campos <seocam em seocam.com>
>> escreveu:
>> > Olá a todos,
>> >
>> > Meu nome é Sérgio Campos e nos próximos meses atuarei como consultor do
>> > Interlegis.
>> > A minha principal tarefa aqui será a de melhorar o Colab nos quesitos
>> > classificação e recuperação de dados.
>> >
>> > Dei uma boa lida e relida na discussão "Melhorias nos ambientes da
>> > comunidade" com a intenção de entender um pouco
>> > melhor quais são as necessidades dos membros das comunidades Interlegis.
>> As
>> > informações fornecidas aqui por alguns
>> > de vocês já me deram uma boa ideia do que precisa ser feito mas acredito
>> que
>> > de janeiro até aqui novas necessidades
>> > e idéais podem tem surgido. Por isso estou revivendo essa thread.
>> >
>> > Alguém tem algo mais a adicionar?
>> >
>> > --
>> > Sergio Campos
>> >
>> >
>> >
>> >
>> >
>> >
>> > --
>> > Site da Comunidade GITEC:
>> > http://colab.interlegis.gov.br/wiki
>> >
>> > Regras de participação:
>> > http://colab.interlegis.gov.br/wiki/ComoParticiparComunidade
>> >
>> > Para pesquisar o histórico da lista visite:
>> > http://colab.interlegis.gov.br/wiki/PesquisaListas
>> >
>> > Para administrar sua conta visite:
>> > http://listas.interlegis.gov.br/mailman/listinfo/gitec
>> >
>> --
>> Site da Comunidade GITEC:
>> http://colab.interlegis.gov.br/wiki
>>
>> Regras de participação:
>> http://colab.interlegis.gov.br/wiki/ComoParticiparComunidade
>>
>> Para pesquisar o histórico da lista visite:
>> http://colab.interlegis.gov.br/wiki/PesquisaListas
>>
>> Para administrar sua conta visite:
>> http://listas.interlegis.gov.br/mailman/listinfo/gitec
>>
>
>
>
> --
> Alano Filho
> http://ticomconsciencia.blogspot.com/
>
>
> --
> Site da Comunidade GITEC:
> http://colab.interlegis.gov.br/wiki
>
> Regras de participação:
> http://colab.interlegis.gov.br/wiki/ComoParticiparComunidade
>
> Para pesquisar o histórico da lista visite:
> http://colab.interlegis.gov.br/wiki/PesquisaListas
>
> Para administrar sua conta visite:
> http://listas.interlegis.gov.br/mailman/listinfo/gitec
>



-- 
Luis Fernando P Machado
Brasilia-DF
Celular: (61) 9277-9920
-------------- Próxima Parte ----------
Um anexo em HTML foi limpo...
URL: http://listas.interlegis.gov.br/pipermail/gitec/attachments/20110824/a6d4d888/attachment.htm 


Mais detalhes sobre a lista de discussão GITEC