[gitec] RES: RES: Episódio BOMBA

Hélio Teixeira heliolteixeira em gmail.com
Quinta Dezembro 2 13:54:00 BRST 2010


Amiga Marcia

Ao longo da minha vida aprendi muita lições. Uma das mais valiosa que
eu reputo como uma das mais caliosas é a de que A PRÁTICA É O ÚNICO E
VERDADEIRO REFERENCIAL DA VERDADE.

Retórica e discursos bonitos cheios de palavras de efeito, envoltos
quase sempre por um português rebuscado e estéril na essência, como a
nossa classe política costuma (salvo raríssimas exceções!) praticar,
não dizem nada e o pior não constroem nada!

A sua indignação é justa e está imbuída da mais verdadeira PRÁTICA DA
VERDADE, pois é fruto de um trabalho sério e efetivamente produtivo
que estás a empreender com a tua heróica e reduzidíssima equipe.

As contradições e os discursos vazios, por si só, e sem que seja
preciso movermos uma única palha, encontram sozinhos o seu fatídico
destino: o ostracismo e a desmoralização histórica.

Portanto, não te preocupes com isso. Afinal estás do lado certo nessa
lida. ESTÁS COM A VERDADE!!!!

Grande abraço do seu amigo e grande admirador,

Hélio Teixeira





Em 2 de dezembro de 2010 12:29, Ana Clelia Milhomem Ramos
<ana.ramos em cl.df.gov.br> escreveu:
> Márcia,
>
>
>
>           Entendo sua indignação e ainda bem que existem pessoas que se
> indignam, gritam e esperneiam, porque essas pessoas são as que promovem a
> melhoria, balançam o que está acomodado.
>
>
>
>            Se for possível, de forma alguma sinta vergonha por ter
> apresentado o seu case de Agenda Única. Me chamou muito atenção (eu te falei
> no dia seguinte) as regras bem definidas e a obediência a tais regras sem
> muito estresse por parte da alta administração da sua Casa. Eu e meu colega
> refletimos sobre isso. Concluímos que todos, crianças e adultos, em qualquer
> relação, gostam de regras definidas e claras. Outra fala sua também ficou
> gravada para mim, foi quando você falou que devemos definir o nosso trabalho
> e mostrar para quem chega como é que trabalhamos, e esta pessoa é que se
> ajustará ao trabalho que já está sendo realizado, pois todos nós do
> legislativo sofremos com a falta de continuidade. Concluo também que
> normalmente quem chega, também gostará de encontrar um ambiente bem
> definido. Então, veja, de repente, passar essas coisas nem era seu principal
> objetivo com a palestra, mas para mim foram ensinamentos valiosos. Além do
> que, a Agenda melhorou até o humor das pessoas que tinham que lidar com
> eventos concomitantes, cancelados e que extrapolavam o horário na sua
> Assembléia.
>
>
>
>            Realmente não vale a pena participar como gestora de uma
> administração na qual você não compartilha dos valores. Mas com certeza,
> muita gente reconhece o seu trabalho e o seu esforço, e disso, você pode ter
> orgulho.
>
>
>
>           Ainda bem que a semana já está acabando e estimo que as coisas
> sejam mais agradáveis para você nos próximos dias.
>
>
>
> Beijos,
>
>
>
> Ana Clélia Milhomem Ramos
>
> Consultora Técnica Legislativa
>
> Coordenadoria de Modernização e Informática
>
> Câmara Legislativa do Distrito Federal
>
>
>
> De: gitec-bounces em listas.interlegis.gov.br
> [mailto:gitec-bounces em listas.interlegis.gov.br] Em nome de Marcia Almeida
> Enviada em: quinta-feira, 2 de dezembro de 2010 11:35
> Para: 'Patrícia Gatti Raulino'; 'Grupo Interlegis de Tecnologia'
> Assunto: [gitec] RES: Episódio BOMBA
>
>
>
> Bom dia!
>
>
>
> Pessoal, desde que cheguei de Brasília tenho vivido dias, digamos,
> interessantes.
>
> Fui destituída da condição de coordenadora de informática por me manifestar
> publicamente a respeito de um ato da administração na terça-feira.
>
> Resolveram, do nada, suspender os pagamentos de 1/3 férias, conversão em
> pecúnia, antecipação, que receberíamos em dezembro. Simplesmente declararam
> que não pagariam, sem explicar os motivos, sem informação nenhuma. Pensei
> quinhentas vezes antes de reclamar publicamente, mas o fiz com plena
> consciência e vontade.
>
> Com tamanha repercussão e participação de toda a Casa, a situação foi
> revertida e os pagamentos serão feitos. Mas acabei perdendo a chefia, de
> ordem do Senhor Presidente da Casa, Sr. Nelcir Tessaro.
>
> Estamos mobilizados e ontem ocupamos o Plenário. A situação aqui está
> fervilhante, com a quase totalidade dos funcionários envolvidos no caso e
> com boa parte dos vereadores me apoiando contra a arbitrariedade do ato.
> Levarei às últimas consequências, incluindo processo por assédio moral.
>
> Para reversão da situação, me exigiram uma retratação. Colei o texto ao
> final deste, para quem quiser compreender melhor os fatos. há também um
> posicionamento de nosso sindicato, o texto "Dois pesos e duas medidas"  para
> quem quiser, no link http://www.sindicamara.com.br/index.html.
>
> Estou feliz, na verdade, de servir como exemplo a meus colegas. Feliz de
> provar com meus atos aquilo que vivo falando.
>
> Passo a vocês, caso alguém queira se inspirar em um momento oportuno :)
>
>
>
> Abraços a todos
>
>
>
> Marcia
>
>
>
>
>
>
>
> ---  Retratação --
>
> Prezados colegas,
>
> A maioria de vocês sabe que fui destituída da chefia da Informática na data
> de ontem. Após indignação geral da classe de servidores deste Legislativo e
> conversa com a administração, para que a situação possa ser revertida, com
> insistência me foi solicitada uma retratação. Segundo dicionários da língua
> portuguesa, o significado de retratação é "declaração contrária a outra
> anteriormente feita; confissão de erro; desmentido". Eu não posso me
> retratar porque eu não tenho erro a confessar, não menti e não posso voltar
> atrás no que disse. Mas posso explicar melhor o contexto que me levou à
> manifestação inicial.
>
> Reproduzo, abaixo, o conteúdo de meu e-mail inicial, a "Primeira Mensagem de
> Natal":
>
> Não vou suportar calada mais um final de ano somente recebendo pelo e-mail
> corporativo lindas mensagens de natal que passam muito longe de refletir o
> sentimento da maioria das pessoas que aqui trabalham.
>
> Neste ano, farei diferente e me darei o direito de iniciar as felicitações
> de forma diferente.
>
> Refleti muito, muito antes de mandar esta mensagem. Mas o faço com plena
> consciência e vontade.
>
> ---
>
> Eu trabalho arduamente o ano inteiro. Muito mais do que deveria. Por dois,
> três funcionários, assim como boa parte dos servidores de meu setor e muitas
> pessoas desta Casa. Trabalhamos muito além da conta porque a palavra GESTÃO
> aqui dentro da Câmara Municipal é somente substantivo para discurso na
> imprensa. Sinto-me envergonhada de ter participado de projetos ditos de
> melhoria da gestão no passado recente.
>
> A suspensão do pagamento informada no memorando 08/2010-DG é a prova de que,
> aqui, gestão não existe. Por que se preenche uma previsão de férias todos os
> anos? Sinto-me envergonhada por ter ontem mesmo trabalhado o dia inteiro no
> sistema da efetividade a fim de obrigar o preenchimento da previsão,
> conforme me foi solicitado. Serve para NADA. Meu tremendo esforço SERVE PARA
> NADA.
>
> Eu acabei de apresentar em Brasília o case da Agenda Única, uma verdadeira
> ferramenta de gestão aqui desenvolvida por muitos funcionários e que é
> provável que boa parte da administração desta Casa nem conheça. E eu sinto
> VERGONHA de ter apresentado. Vergonha de representar e falar bem de uma
> instituição a quem devoto boa parte da minha vida e que me retribui com
> desrespeito e descaso.
>
> VERGONHA, repito. É tudo que sinto em trabalhar neste lugar no presente
> momento.
>
> Marcia Almeida
>
> Funcionária da CMPA desde 1996 ( e nunca antes tão desmotivada ).
>
>
>
>
>
> Contextualizando: eu passei o ano inteiro construindo e reformando minha
> casa. Todos os meus recursos foram aí aplicados. Eu passei por várias
> restrições financeiras ao longo do ano. A cada uma delas, eu pensava "é só
> até dezembro". Imaginem repetir a mesma frase para si mesmo durante 330 e
> poucos dias do ano e ter somente isso como alento para a situação. Então,
> sem aviso, quando o dezembro se aproxima, recebo a notícia de que o que eu
> esperava não vai acontecer e, pior, não há qualquer explicação e nem sequer
> um indício de quando é que possa acontecer. Consulto meus colegas e concluo
> que se encontram na mesma situação. Sinto raiva. Mas não um pouco de raiva.
> Muita raiva. Raiva de toda a situação que levou à decisão da suspensão do
> pagamento. E qual é o motivo principal? A falta de gestão.
>
> Eu sinto muito que o presidente da Casa tenha se sentido desmoralizado com
> meu e-mail. Talvez ele tenha se sentido como me senti ao receber a notícia:
> injustiçado. Mas a falta de gestão não é algo que tenha iniciado na
> administração dele, nem nos dois anos passados, nem cinco, nem dez. Não se
> nasce sabendo gerir, mas vamos aprendendo, por isso se fala em melhoria de
> gestão. O que me incomoda é que a Câmara demora, e não engrena pela falta de
> continuidade. Quando eu mencionei especificamente a previsão de férias, que
> meu trabalho serve para nada, é verdade. Aliás, não só o meu, mas de
> diversos setores da Casa nessa questão específica. Sabemos que as previsões
> não são utilizadas há anos, vários, incontáveis anos. É um procedimento que
> visa somente cumprir formalmente uma lei. Mas que poderia ajudar. Se
> houvesse gestão, então a informação não seria utilizada de forma eficiente,
> a fim de melhor subsidiar as decisões da administração? Não podemos repetir
> procedimentos que não possuem um fim. Para que servimos? Eu como ser
> pensante que sou, me questiono e levo a questão a todos. Nasceu assim o
> primeiro e-mail.
>
> Quando mencionei que sentia vergonha de ter apresentado o case da Agenda
> Única em Brasília, não menti. Senti vergonha. Vergonha por ter omitido
> algumas de nossas políticas internas lá em Brasília, já que havia uma
> comunidade que olhava embasbacada a solução. Não "vendo" a Câmara como o
> lugar dos sonhos, mas "vendo" como um lugar em que se pode concretizar
> idéias e implementar soluções que surtam efeito e melhorem a gestão. E eu
> realmente "vendo" a Câmara. Sou uma profissional respeitada fora desse
> legislativo. Não faço mais alarde porque poderia ser confundido com vaidade
> e prefiro provar meu valor com trabalho. Eu não menti quando disse que a
> Agenda é desconhecida de boa parte das pessoas. Ainda na semana passada
> explicava a um vereador sobre seu funcionamento. E ela está no ar desde
> dezembro de 2009. Eu consigo medir cada centavo economizado com ela. Mais
> uma prova da falta de gestão: se ela existisse, de fato, idéias e projetos
> seriam de conhecimento comum, geral deste legislativo. Chama-se gestão da
> comunicação. Eu me incluo nesse problema. Algumas vezes não comunico como
> deveria. Também sou responsável. Todos aqui são responsáveis pela Câmara que
> têm.
>
> Sabem por que eu sei bastante sobre gestão? Porque a Câmara me pagou metade
> de uma especialização em Gestão Estratégica de TI, curso que estou
> finalizando na PUC/RS. Em um momento, a Câmara apostou em mim como gestora.
> Estou retribuindo. E tenho certeza de estar também honrando meu juramento ao
> me formar em uma universidade pública: que retribuiria o dinheiro em mim
> aplicado pela sociedade. Trabalhamos em prol da sociedade; aliás, é esse o
> nosso fim, tenho sempre isso em mente. Eu honro também meus colegas, que
> contam com o meu trabalho para realizarem melhor o seu, e mesmo em situações
> difíceis eu tento usar de empatia para não julgar mal as necessidades que me
> passam. Ainda em relação aos meus colegas, que me têm como exemplo, eu
> preciso ser fiel ao meu discurso, preciso refletir aquilo em que acredito e
> que é comum me verem alardeando aos quatro cantos. Geralmente são discursos
> motivadores de "nós podemos", "vamos fazer", "tudo é solucionável". Mas
> acima de tudo, eu honro meus pais, que me ensinaram a ter princípios. Se eu
> me retratasse pelo e-mail inicial, teria vergonha de contar-lhes toda a
> história. E isso, eu jamais suportaria. Uma FG não é tudo. E no final das
> contas, é uma perda para a Câmara Municipal de Porto Alegre.
>
> De qualquer maneira, ainda ontem, quando achei que eu deveria, mandei um
> e-mail dizendo que me sentia melhor, a "Mensagem mais Otimista de Natal"
> cujo teor segue abaixo:
>
> Pessoal,
>
> Hoje foi um dia bem importante para mim. Recebi dezenas de mensagens e
> telefonemas de colegas que me emocionaram muito. Muito mesmo.
>
> Às vezes a visão fica um pouco turva, mas passado um tempo vejo claramente
> por que trabalho aqui: porque ADORO. Sinto-me livre para propor, criar,
> errar, consertar, rever, odiar e amar. Adoro problemas. Quando eu não tiver
> mais isso, aqui não mais será lugar para mim.
>
> Assim como o Presidente em sua resposta diz ter certeza de que os
> funcionários compreendem o equívoco na emissão do documento, eu tenho a
> certeza de que a administração compreende nossa situação e, muitas vezes,
> frustração. Este caso me fez lembrar os vários embates que tive frente a
> frente, por dois anos consecutivos, com o Vereador Sebastião Melo na
> presidência. Tenho saudade das vezes em que ele quis claramente torcer o meu
> pescoço :) A Câmara melhorou desde lá. Desde a gestão da Ver. Maria Celeste,
> na verdade, quando comecei a "entrar de cabeça" nos problemas da Câmara, eu
> vejo a mudança de que fala o Rodrigo.
>
> Já me sinto restabelecida, pronta para criar mil projetos legais e uma
> Câmara melhor! Contem comigo para quase tudo!
>
> Obrigada a todos!
>
> Para mim, a situação já havia sido resolvida, até a surpresa de hoje. Eu
> fico imaginando quantos sabiam da surpresa antes de mim. Mas isso não me
> importa. O que importa é que eu gostaria muito que meus mil projetos não
> sofressem de falta de continuidade. Mas se assim o for, esperaremos.
>
>
>
> Marcia Almeida
>
> Assistente Legislativo III
>
> Seja responsável com o meio ambiente - só imprima se for necessário.
>
> --
> Site da Comunidade GITEC:
> http://colab.interlegis.gov.br/wiki
>
> Regras de participação:
> http://colab.interlegis.gov.br/wiki/ComoParticiparComunidade
>
> Para pesquisar o histórico da lista visite:
> http://colab.interlegis.gov.br/wiki/PesquisaListas
>
> Para administrar sua conta visite:
> http://listas.interlegis.gov.br/mailman/listinfo/gitec
>



-- 
Hélio Teixeira
http://novodialogo.com.br/
http://ComunicacaoChapaBranca.com.br
Twitter: http://twitter.com/helioteixeira ou
http://twitter.com/chapabranca


Mais detalhes sobre a lista de discussão GITEC