[gitec] Olhem o novo visual do site da Câmara de Jataí

Hélio Leite Teixeira heliolteixeira em gmail.com
Segunda Fevereiro 16 20:01:27 BRT 2009


Jean,

Outra coisa que eu ia esquecendo. Informação e comunicação são facetas
inseparáveis de uma mesma moeda. Uma não existe sem a outra. Qualquer
informação para ser recebida, entendida e processada dentro corretamente, em
qualquer "diálogo" tem que ser "comunicada" da forma correta. Senão babau!!!

De nada adianta termos as informações mais úteis do mundo se elas não forem
"comunicadas" de uma forma relevante aos olhos e mentes dos nossos
interlocutores.

Tenho estudado bastante uma nova modalidade de organizações que surgiu nos
últimos tempos. As organizações que produzem as chamadas "lovemarks".

Organizações que são respeitadas, cultuadas e até idolatradas (vide Apple,
Harley Davidson, Starbucks e por aí vai...). Todas têm em comum pelo
menos duas competências: ELAS SÃO TRANSPARENTES E SABEM OUVIR!!!!

Nossas casas legislativas estão no extremo oposto deste espectro. Fazem
parte do grupo das chamadas "Hatemarks". E um dos principais motivos dessa
malfadada "classificação" é justamente a falta de transparência. Que é
consequencia direta da má comunicação e do péssimo "conteúdo" (leis inóquas,
corrupção, nepostismo, maracutais de todas sorte...) produzido por elas. O
outro motivo, também muito grave é que elas NÃO SABEM OUVIR!!!! O que
inviabiliza qualquer processo comunicacional.

Grande abraço,

Hélio Teixeira
Assembléia Legislativa de Alagoas




2009/2/16 Hélio Leite Teixeira <heliolteixeira em gmail.com>

> Troquei o nome, a resposta anterior foi pro Jean não pro Leandro
> rsrsrsrsrs.
>
> 2009/2/16 Hélio Leite Teixeira <heliolteixeira em gmail.com>
>
>  Leandro,
>>
>> Ao afirmar: " Em um portal público nem tudo é comunicação, muita coisa é
>> informação." é preciso refletir que essa visão de informação "one way" já
>> está mais que ultrapassada. Comunicar nos dias de hoje é sobretudo saber
>> ouvir.
>>
>> Não se preocupe, essa afirmação sua, e a visão que está por trás dela é
>> fruto de anos e anos do que eu chamo de "pensamento analógico". É normal
>> reagirmos assim, tendo em vista que há mais de um século, vivemos sob este
>> paradigma.
>>
>> Acontece que o buraco é mais embaixo nos dias de hoje. Quando defendo o
>> uso das ferramentas de mídias sociais no âmbito da comunicação pública, é
>> justamente para isso. Trazer e/ou fomentar uma nova competência às nossas
>> organizações públicas, APRENDER A OUVIR!!!
>>
>> Nossos portais institucionais são verdadeiras ferramentas de comunicação
>> (one-way) da era analógico-industrial que não funcionam mais na sociedade da
>> informação. Pra você ter uma idéia, quase nenhum aceita sequer receber um
>> cometários de um internauta!!!! São peças construídas num modelo de
>> comunicação baseado unicamente na transmissão de conteúdo, que vê os
>> consumidores da informação como seres passivos. ISSO NÃO FUNCIONA MAIS!!!!
>>
>> Lembre-se que os conceitos de informação e construção do conhecimento têm
>> mudando (radicalmente) nos últimos tempos. O conhecimento é cada vez mais
>> construído em ambientes colaborativos, a Organização que não enxergar isto,
>> está morta!!!! Ou na UTI como é o caso das nossas casas legislativas.
>>
>> Esta incapacidade de se comunicar com a sociedade é uma das principais
>> razões que tornam o Poder Legislativo brasileiro o mais desacreditado do
>> Brasil.
>>
>> Em suma, sem uma comunicação eficiente (que fale a mesma linguagem dos
>> seus interlocutores e que forneça a eles os instrumentos de colaboração e
>> participação que eles precisam - e até exigem -para isso), não existe
>> transparência, sem transparência não existe confiança... e por aí vai.
>>
>> Repito, a discussão não é ter ou não ter um Portal Institucional, ou ter
>> ou não ter um Blog. Isso pouco importa. A discussão tem que ter o foco no
>> relacionamento!!!!!
>>
>> Daí ser imprescindível que a comunicação seja feita em um ambiente
>> colaborativo, o que um Portal Institucional nos moldes tradicionais, já não
>> atende mais. Se atendesse, as nossas Organizações Legislativas teriam um
>> conceito muito melhor com a sociedade.
>>
>> Grande abraço,
>>
>> Hélio Teixeira
>> Assembléia Legislativa de Alagoas
>>
>>  2009/2/16 Jean Rodrigo Ferri <jeanferri em interlegis.gov.br>
>>
>>> Hélio Leite Teixeira escreveu:
>>>
>>> [...]
>>> > Só então será possível decidir se queremos um Portal Institucional ou
>>> um
>>> > Blog (isso mesmo um Blog!!!) para a nossa Casa Legislativa.
>>> >
>>> > Por que não um blog??? Por que não termos uma ferramenta de comunicação
>>> > direta, ágil e informal com os nossos patrões, aqueles que pagam nossos
>>> > salários ao recolherem seus impostos??? Por que não????
>>> >
>>> > Por que a comunicação pública só pode ser feita por meio de memorandos
>>> > insossos, impessoais e burocráticos????
>>> >
>>> >  O que nos impede de termos uma ferramenta de interação mais ágil que
>>> se
>>> > comunique com uma linguagem "mais simples" e direta que complemente os
>>> > canais tradicionais, como, por exemplo, o Portal Institucional???
>>>
>>> Oi Helio,
>>>
>>> Sua opinião e reflexão são de extrema relevância. Apesar disso
>>> permita-me discordar em algumas partes. Bem, quem sou eu para discutir
>>> comunicação com você, né? Mas vou colocar pelo menos o meu ponto de
>>> vista... :-)
>>>
>>> Como você bem citou, o conteúdo anda muito ruim, mas não é somente uma
>>> porção de artigos publicados em sequência, em uma interface agradável,
>>> que irão melhorar esse conteúdo. Bons profissionais e organização
>>> (projeto) farão muita diferença.
>>>
>>> Um portal de uma Casa Legislativa pode "ter um blog", para apresentar
>>> novidades e artigos relevantes, mas "ser um blog" é deixar de lado uma
>>> boa quantidade de recursos. Em um portal público nem tudo é comunicação,
>>> muita coisa é informação.
>>>
>>> O SAPL é um exemplo de gerenciador de informações legislativas
>>> importantes para serem divulgadas no portal da Casa. Um sistema de
>>> ouvidoria é importante pois receberá as manifestações dos cidadãos e
>>> organizará a resolução dessas manifestações.
>>>
>>> Que tal então se o portal tiver um fórum de discussões, onde o cidadão
>>> possa participar? E um calendário para divulgar a agenda de eventos e
>>> compromissos da Casa? Ou, quiçá, tantas outras ferramentas de informação
>>> e comunicação que podem beneficiar a Casa e o cidadão...
>>>
>>> Neste sentido, acho que uma parte da comunicação do portal pode ser
>>> tratada como um blog, um blog dentro do portal, por exemplo, para
>>> publicar novidades e artigos, mas um portal deverá organizar e publicar
>>> toda essa informação que também é muito importante no contexto de Casas
>>> Legislativas. E não estou nem falando em portal corporativo, que é um
>>> misto de portal e intranet...
>>>
>>> Sei que você defende a comunicação menos formal e mais colaborativa, e
>>> concordo com sua visão, e acho que isso pode (e deve) ser feito também
>>> em um portal. Mas não acho que uma ferramenta por si só possa substituir
>>> pessoas boas, com conhecimento e vontade de fazer, como por exemplo o
>>> seu caso! Talvez, o que falte mesmo seja isso... ;-)
>>>
>>> Em tempo, discussões assim sempre são importantes pois nos fazem
>>> refletir...
>>>
>>> Abraço,
>>>
>>> --
>>> Jean Ferri
>>> Programa Interlegis - Brasília (DF)
>>> *Esta mensagem foi enviada pelo software livre Mozilla Thunderbird*
>>> --
>>> Site da Comunidade GITEC
>>> http://colab.interlegis.gov.br
>>>
>>> Para pesquisar o histórico da lista visite:
>>> http://colab.interlegis.gov.br/wiki/PesquisaListaGitec
>>>
>>> Para administrar sua conta visite:
>>> http://listas.interlegis.gov.br/mailman/listinfo/gitec
>>>
>>
>>
>
-------------- Próxima Parte ----------
Um anexo em HTML foi limpo...
URL: http://listas.interlegis.gov.br/pipermail/gitec/attachments/20090216/3c7b084a/attachment.htm 


More information about the GITEC mailing list