RES: [gitec] Consultorias e Sistemas Interlegis

José Dantas Filho josedantas em interlegis.gov.br
Segunda Setembro 29 18:35:48 BRT 2008


*	=C9 =E9tico e legal uma empresa privada cobrar pelo servi=E7o de implanta=
=E7=E3o, customiza=E7=E3o, treinamento, hospedagem (em alguns casos), manut=
en=E7=E3o e gerenciamento dos sistemas Interlegis? (N=E3o estou falando de =
cobrar pelo software, mas pelo servi=E7o)
	=

*	=C9 =E9tico e legal uma empresa privada cobrar pelo servi=E7o de suporte =
t=E9cnico dos produtos Interlegis? =

*	=C9 =E9tico e legal uma empresa privada cobrar por servi=E7os que o Inter=
legis n=E3o possui condi=E7=F5es (materiais e humanas) de atender?

Para mim todas s=E3o =E9ticos e legais, contanto que n=E3o envolvam o Inter=
legis propriamente dito. Para usar o nome do Interlegis, s=F3 nos casos em =
que eu apontei em e-mail anterior, que envolvem alguma forma de licita=E7=
=E3o/certifica=E7=E3o/licenciamento, etc.
 =

O modelo de software livre aponta exatamente para uma mudan=E7a no modelo d=
e neg=F3cios, do licenciamento para servi=E7os. N=E3o me parece haver muita=
 diferen=E7a entre esses servi=E7os serem oferecidos por empresa ou pelos t=
=E9cnicos da pr=F3pria casa legislativa (cujos sal=E1rios remuneram os serv=
i=E7os e s=E3o origin=E1rios direta ou indiretamente dos cofres p=FAblicos)=
 ou membros da comunidade. N=E3o =E9 diferente de voc=EA contratar uma empr=
esa para customizar alguma instala=E7=E3o do linux, ou do openoffice, em su=
a empresa ou =F3rg=E3o p=FAblico. Se voc=EA fizer isso, em caso de queixa, =
n=E3o podemos exigir que as respectivas comunidades, funda=E7=F5es ou empre=
sas envolvidas no desenvolvimento do produtos sejam responsabilizadas por u=
ma m=E1 instala=E7=E3o ou customiza=E7=E3o.
 =

O cuidado que devemos ter =E9 lembrar a complica=E7=E3o que =E9 estabelecer=
, dentro da lei, uma parceria p=FAblico-privada. Se a coisa for deixada fro=
uxa, pode acontecer dos traficantes do Rio de Janeiro legalizarem sua situa=
=E7=E3o, oferecendo expontaneamente o servi=E7o de vigil=E2ncia e prote=E7=
=E3o individual e coletiva (vulgo seguran=E7a p=FAblica), que n=E3o pode se=
r coberto pelos parcos recursos humanos e materiais do Governo, como uma aj=
uda ao pr=F3prio Governo ;-)
 =

Evidentemente o exagero =E9 s=F3 para mostrar o absurdo e a necessidade de =
rigor no trato da coisa p=FAblica. Na minha opini=E3o s=E3o bem-vindas empr=
esas que se interessarem por atuar no mercado de suporte a um produto origi=
nado do Interlegis. Mas a chancela do Interlegis, s=F3 licitando.
 =

JOS=C9 DANTAS FILHO
Diretor da Subsec. de Planejamento e Fomento - SSPLF =

Secretaria Especial do Interlegis - SINTER =

Senado Federal =

Av. N-2 Anexo "E" =

70165-900 Bras=EDlia DF =

fone (61) 3311-2599 fax (61) 3311-2797 =

 =


  _____  =


De: gitec-bounces em listas.interlegis.gov.br [mailto:gitec-bounces em listas.int=
erlegis.gov.br] Em nome de Helio Teixeira
Enviada em: segunda-feira, 29 de setembro de 2008 17:44
Para: Grupo Interlegis de Tecnologia
Assunto: Res: [gitec] Consultorias e Sistemas Interlegis


Paulinho,

Voc=EA est=E1 certo em sua observa=E7=E3o. A forma=E7=E3o das comunidades d=
e pr=E1tica =E9 sim a maior conquista do Interlegis at=E9 o momento. Atrav=
=E9s da intera=E7=E3o regular, as cumunidades de pr=E1tica formadas pelo In=
terlegis, principalmente o Gitec, facilitaram a "movimenta=E7=E3o horizonta=
l" das informa=E7=F5es dentro da Comunidade Legislativa, al=E9m de ter cons=
tru=EDdo redes de rela=E7=F5es, que beneficiaram um grande n=FAmero de inst=
itui=E7=F5es. Definitivamente, esse =E9 o nosso maior patrim=F4nio.

Um aspecto que permeia a brilhante argumenta=E7=E3o do Mestre Luciano =E9 a=
 quest=E3o =E9tica. Algumas quest=F5es devem ser respondidas:


*	=C9 =E9tico e legal uma empresa privada cobrar pelo servi=E7o de implanta=
=E7=E3o, customiza=E7=E3o, treinamento, hospedagem (em alguns casos), manut=
en=E7=E3o e gerenciamento dos sistemas Interlegis? (N=E3o estou falando de =
cobrar pelo software, mas pelo servi=E7o)
	=

*	=C9 =E9tico e legal uma empresa privada cobrar pelo servi=E7o de suporte =
t=E9cnico dos produtos Interlegis? =

*	=C9 =E9tico e legal uma empresa privada cobrar por servi=E7os que o Inter=
legis n=E3o possui condi=E7=F5es (materiais e humanas) de atender?

Estas s=E3o algumas das quest=F5es que, no meu entender, o Luciano est=E1 p=
ropondo discutirmos. =


Estas s=E3o as quest=F5es de fundo da discuss=E3o proposta pelo Luciano. Co=
mo ele diz: um novo mercado est=E1 sendo criado.
Novos "players" est=E3o surgindo. Eu diria mais, est=E3o surgindo novos tip=
os de "players", que v=E3o criar novas modalidades de relacionamento. Algo =
realmente novo.

Da=ED a necessidade de discutirmos e "regularmos" essas novas e complexas r=
ela=E7=F5es.

Grande abra=E7o,

 =

H=E9lio Leite Teixeira
Assembl=E9ia Legislativa do Estado de Alagoas =



----- Mensagem original ----
De: Paulo Fernandes de Souza Jr. <pasouza em gmail.com>
Para: Grupo Interlegis de Tecnologia <gitec em listas.interlegis.gov.br>
Enviadas: S=E1bado, 27 de Setembro de 2008 9:39:32
Assunto: Re: [gitec] Consultorias e Sistemas Interlegis


"Lembro que no ano passado, em uma conversa que tive com o pessoal do Inter=
legis, eles estavam pensando em mudar o foco do Programa, que passaria a se=
r menos "fornecedor" e mais "fomentador". Id=E9ia que vejo com bons olhos."

Apenas um coment=E1rio. A primeira fase do Interlegis previa que as Casas t=
ivessem a sua disposi=E7=E3o, solu=E7=F5es de TI nas =E1reas Legislativa, P=
arlamentar, Administrativas e de Fiscaliza=E7=E3o e Controle. Apesar disto =
o SAPL, SAAP e Portal Modelo foram desenvolvidos n=E3o apenas com o objetiv=
o de "fornecer" estas solu=E7=F5es, mas principalmente o de formar uma comu=
nidade em torno dos mesmos, que era, no meu ponto de vista, a principal raz=
=E3o do Interlegis (como podia ser visto em usa pr=F3pria denomina=E7=E3o -=
 Interlegis - A Comunidade Virtual do Legislativo). =


Ainda acredito que os resultados advindos da forma=E7=E3o desta Comunidade =
ultrapassam em muito os benef=EDcios de qualquer um dos produtos de forma i=
solada trouxe a cada uma das Casas. =


Abra=E7os,

Paulo Fernandes.

=3D=3D=3D=3D=3D=3D=3D=3D=3D=3D=3D=3D=3D=3D=3D=3D=3D=3D=3D=3D=3D=3D=3D=3D=3D=
=3D=3D=3D=3D=3D=3D=3D=3D=3D=3D=3D=3D=3D=3D=3D=3D=3D=3D=3D=3D=3D=3D=3D=3D=3D=
=3D=3D=3D=3D=3D=3D=3D=3D=3D=3D=3D
Ubuntu - "Uma pessoa se faz humana atrav=E9s das outras pessoas"



2008/9/26 H=E9lio Teixeira <heliolteixeira em yahoo.com.br>


	Grande Luciano,
	=

	Seu email =E9 muito oportuno e traz algo realmente novo para o tema. =C9 p=
reciso sim discutir esse assunto. Afinal, apesar da boa vontade da equipe d=
o Interlegis, =E9 humanamente imposs=EDvel eles, sozinhos, atenderem todas =
as demandas que os sistemas suscitam.
	=

	N=E3o sei at=E9 que ponto o Interlegis poderia "certificar" ou "autorizar"=
 uma consultoria  para realizar o trabalho que ele n=E3o consegue atender. =
Esta =E9 uma quest=E3o que s=F3 pode ser respondida, inclusive juridicament=
e, pela diretoria do Programa.
	=

	Lembro que no ano passado, em uma conversa que tive com o pessoal do Inter=
legis, eles estavam pensando em mudar o foco do Programa, que passaria a se=
r menos "fornecedor" e mais "fomentador". Id=E9ia que vejo com bons olhos.
	=

	Acho que a sua mensagem =E9 muito oportuna para come=E7armos a discutir as=
 quest=F5es pr=E1ticas dessas parcerias potenciais.
	=

	Tenho o mesmo entendimento que o seu. A forma=E7=E3o de parcerias confi=E1=
veis e duradouras, =E9 uma excelente alternativa para darmos o salto de qua=
lidade necess=E1rio e desejado por todos n=F3s.
	=

	Cabe agora a comunidade discutir e encontrar o melhor caminho.
	=

	Grande abra=E7o, =

	=

	 =

	H=E9lio Leite Teixeira
	Assembl=E9ia Legislativa do Estado de Alagoas =



	----- Mensagem original ----
	De: Luciano De Fazio <lucianodefazio em gmail.com>
	Para: Grupo Interlegis de Tecnologia <gitec em listas.interlegis.gov.br>
	Enviadas: Sexta-feira, 26 de Setembro de 2008 12:08:54
	Assunto: [gitec] Consultorias e Sistemas Interlegis =



	Pessoal,
	=

	Diante do amplo debate realizado recentemente pela Comunidade, sobre a pro=
blem=E1tica da expans=E3o da divulga=E7=E3o e ado=E7=E3o dos aplicativos In=
terlegis, parece que houve certo consenso quanto =E0 impossibilidade do Pro=
grama Interlegis assumir sozinho e centralizadamente as atividades de impla=
nta=E7=E3o, treinamento, hospedagem e suporte aos aplicativos em todas as c=
asas legislativas deste imenso pa=EDs.
	=

	Consenso, inclusive, que at=E9 certo ponto, este seria um dos fatores impe=
ditivos para uma ampla expans=E3o da plataforma, mesmo com todas as vantage=
ns que, n=F3s, usu=E1rios, administradores de TI e desenvolvedores, conhece=
mos muito bem.
	=

	Dessa forma, em continuidade ao tema, considero oportuno consultar a comun=
idade sobre alguns par=E2metros que deveriam nortear esse tipo de rela=E7=
=E3o de empresas / consultorias com as Casas Legislativas, tendo como objet=
o a presta=E7=E3o de servi=E7os relacionados =E0 plataforma de aplicativos =
Interlegis, conforme segue:
	=

	1) Seria salutar ou =E9tico o Programa Interlegis manter uma esp=E9cie de =
lista de empresa especializadas, para encaminhamento nos casos em que fosse=
 impossibilitado de atender uma Casa Legislativa ?
	=

	2) Como identificar tais empresas ?
	=

	3) Em caso de falhas de execu=E7=E3o dos servi=E7os, como responsabilizar =
a empresa ?
	=

	4) At=E9 que ponto a ocorr=EAncias de eventuais falhas, por qualquer motiv=
o, na execu=E7=E3o de servi=E7os realizados por consultoria, poderiam preju=
dicar a imagem dos produtos e do Programa Interlegis, como institui=E7=E3o ?
	=

	5) Qual a diferencia=E7=E3o entre suporte de comunidade (Gitec) e suporte =
pago (consultoria) ?
	=

	6) Quais seriam as principais demandas n=E3o atendidas pelo Programa Inter=
legis ?
	=

	7) De que forma a atua=E7=E3o de empresas privadas poderia contribuir para=
 qualifica=E7=E3o e profissionaliza=E7=E3o desse processo ?
	=

	Evidentemente, existem muitos outros pontos a serem discutidos, mas essas =
s=E3o quest=F5es b=E1sicas que podem elucidar algumas d=FAvidas de toda a c=
omunidade.
	=

	Abra=E7os a todos.
	=

	=

	Luciano De F=E1zio
	=


  _____  =


	Novos endere=E7os, o Yahoo! que voc=EA conhece. Crie um email novo <http:/=
/br.rd.yahoo.com/mail/taglines/mail/*http://br.new.mail.yahoo.com/addresses=
>  com a sua cara @ymail.com ou @rocketmail.com.

	--
	Site da Comunidade GITEC
	http://colab.interlegis.gov.br
	=

	Para pesquisar o hist=F3rico da lista visite:
	http://colab.interlegis.gov.br/wiki/PesquisaListaGitec
	=

	Para administrar sua conta visite:
	http://listas.interlegis.gov.br/mailman/listinfo/gitec
	=




  _____  =


Novos endere=E7os, o Yahoo! que voc=EA conhece. Crie um email novo <http://=
br.rd.yahoo.com/mail/taglines/mail/*http://br.new.mail.yahoo.com/addresses>=
  com a sua cara @ymail.com ou @rocketmail.com.
-------------- Pr=F3xima Parte ----------
Um anexo em HTML foi limpo...
URL: http://listas.interlegis.gov.br/pipermail/gitec/attachments/20080929/4=
4e9c70e/attachment.htm


Mais detalhes sobre a lista de discussão GITEC