[gicom] Fwd: Referências sites de Governo

Hélio Teixeira heliolteixeira em gmail.com
Quinta Junho 16 11:57:48 BRT 2011


Pessoal

Gostaria de compartilhar com o grupo essa conversa que tive com a
coordenadora de UX de uma das maiores agências de publicidade
brasileiras e uma das maiores do mundo.

A solicitação que ela me fez foi a seguinte:

Olá. Hélio tudo bem com você?
>> >> >
Estou fazendo um benchmarking de referências em sites .gov que estão
sendo referências por aí, tanto no Brasil quanto no mundo.

Então lembrei de você. Teria alguma recomendação?
>> >> >
Abraços, obrigada.
>> >> >

...após uma breve troca de email para "refinar" a solicitação dela,
entramos em um tema que tem tudo a ver com o futuro da comunicação
(pública e privada) em meios digital. Uma discussão que está na ordem
do dia para todos aqueles que lidam com produção de conteúdo midiático
em meios digitais.

Segue a minha contribuição:


Que bom saber que você se interessa pelos temas "Games e Cultura do
Entretenimento". Nos últimos anos, tenho estudado em profundidade a
dinâmica da indústria dos games. Tenho participado dos principais
eventos dessa indústria e conversado com pessoas que vivem dentro
desse mundo. A minha investigação (que muito provavelmente deve
desembocar em um livro, ou mais de um, não sei) gira em torno dos
mecanismos mentais/psicossociais/emocionais utilizados pelas
principais técnicas narrativas, que sustentam/legitimam a construção
das experiências dos jogos digitais e do próprio design da tecnologia
empregada, ou, em outras palavras, como todo esse "aparato" influencia
o comportamento humano através do que chamamos "good play".

Tenho visto muita coisa boa sendo gestada nesse momento, com imenso
potencial transformador, principalmente na área de Serious Games.

Acredito que é possível construirmos o que eu chamo de uma "Democracia
Lúdica" onde as pessoas podem estabelecer laços mais fortes com os
conteúdos midiáticos  (dados, informações, notícias, interações
sociais...) utilizando a mais poderosa de todas as mídias: o
Entretenimento. Quer seja nas relações comerciais de consumo
tradicionais (com produtos, serviços ou em qualquer outro tipo de
experiência midiática) que seja nas decisões que afetam a sua vida de
cidadãos.

Esse conceito de "Democracia Lúdica", que abordo no curso (e vou
abordar no livro), não se restringe apenas as relações que ocorrem no
âmbito governamental, mas, sobretudo, também afeta as relações de
engajamento e consumo que ocorrem no meio empresarial privado. Afinal,
além de sermos cidadãos, somos cada vez mais consumidores de produtos
e serviços. Por isso acredito que esse tema deve ser discutido por
toda a sociedade, sem distinção de ramo de atividade econômica.

Pensando nisso, já estamos trabalhando em um curso (que deve ficar
pronto ainda esse mês) voltado especificamente para profissionais de
comunicação e gestores de relacionamento e de conteúdos e experiências
digitais de empresas privadas.

Olha, segue uma lista com algumas das melhores interfaces de sites
governamentais que conheço. Não por acaso, todas foram criadas e/ou
reformuladas muito recentemente.

Algumas observações:

A lista segue em ordem de preferência (a minha preferência, é claro,
rsrsrs) com exceção do primeiro site da lista, uma verdadeira
obras-prima do design de interfaces e, certamente, estará em primeiro
lugar na lista de qualquer pessoa, não só na minha lista. O
Recovery.gov é, de longe, a interface mais instigante e completa já
feita por um órgão governamental. Completa em todos os sentidos. E o
mais importante, o serviço que ele oferece é de extrema relevãncia e
complexidade.

As soluções que eles encontraram para rastrear o gasto do governo
dentro do plano de recuperação da economia norte-americana (observe
que estamos falando de trilhões de d´lares investidos, e eles
conseguem detalhar o gasto no nível de centavos...) é simplesmente de
babar. O cuidado com os detalhes é outro ponto alto dessa interface.
Quanto mais a exploramos, mais nos admiramos. Os mapas são um caso à
parte... Sem dúvida, uma verdadeira obra de arte. (veja esse post que
escrevi na época do seu lançamento:
http://comunicacaochapabranca.com.br/?p=8520

Os demais sites, apesar de não serem tão "completos", possuem algo em
comum. Além de serem muito bem resolvidos visualmente falando,
ostentam narrativas perfeitamente sintonizadas com os objetivos
propostos pelas interfaces. Ou seja, elas contam exatamente a
"história" que o seu target "precisa" ouvir. rsrs


Segue a lista:

http://www.recovery.gov/Pages/default.aspx

http://www.whitehouse.gov/

http://www.data.gov/

http://www.utah.gov/index.html

http://www.navyreserve.com/

http://www.cabinetoffice.gov.uk/

http://www.goarmy.com/

http://data.worldbank.org/

http://www.weho.org/

PS.: Se você quiser, posso fazer outra lista, com um pouco mais de
cuidado (e tempo, rsrsrs), elencando as principais interfaces
analisando a inovação/impacto do serviço prestado.

Espero ter ajudado.

Grande abraço

Hélio Teixeira

>> >>
>> >>
>> >> Em 15 de junho de 2011 15:26,
>> >> escreveu:
>> >> > Olá. Hélio tudo bem com você?
>> >> >
>> >> > Estou fazendo um benchmarking de referências em sites .gov que estão
>> >> > sendo
>> >> > referências por aí, tanto no Brasil quanto no mundo.
>> >> > Então lembrei de você. Teria alguma recomendação?
>> >> >
>> >> > Abraços, obrigada.
>> >> >

-- 
Hélio Teixeira
IHT/Brasil
http://InstitutoHT.com.br
http://ComunicacaoChapaBranca.com.br
http://twitter.com/helioteixeira


Mais detalhes sobre a lista de discussão GICOM