[gial] Dar nome a prédios públicos (pode ter mais de um prédio com o mesmo nome?)

José Ricardo da Silveira Chagas jose.ricardo.chagas em hotmail.com
Quinta Maio 14 10:44:05 BRT 2015


Perfeito,
Esta história merece ser contada.
Deve ter sido muito cômico

From: rabisouza em live.com
To: gial em listas.interlegis.gov.br
Date: Thu, 14 May 2015 16:04:22 +0300
Subject: Re: [gial] Dar nome a prédios públicos (pode ter mais de um prédio com o mesmo nome?)




Dr. José Ricardo,

Nada pessoal:   pelo conhecimento que tenho do Sr. em suas manifestações na Lista do GIAL, sinto que é um homem probo, correto, justo, culto, inteligente.
Sei que em todo segmento tem exceções, como na cidade de minha origem, o pai mandou o filho estudar Direito no Recife, e no ínterim cometeu um homicídio;  o filho retornando formado, foi defender o pai e, ao discorrer sobre o intrincado ocorrido, descambou para auxiliar a promotoria e o pai pegou 30 anos de cadeia, com mais dois de segurança.

From: jose.ricardo.chagas em hotmail.com
To: gial em listas.interlegis.gov.br
Date: Thu, 14 May 2015 09:54:40 -0300
Subject: Re: [gial] Dar nome a prédios públicos (pode ter mais de um prédio com o mesmo nome?)




Caleb,
Quanto à denominação de próprios públicos, e o uso de nome de personalidades, eu sou inteiramente contra. É um erro.
Eu moro em uma rua chamada Cel. Sezefredo, esquina com a rua Tristão Pinto. Sabe quem são estes? Militares que lutaram na guerra do Paraguai. Que significado tem isso para a nossa sociedade? Nenhuma.
Quanto ao teu caso, acho que há descumprimento ao princípio da razoabilidade.
O teu município irá se tornar aquelas sociedades onde uma "família ilustre" nomina inúmeros logradouros públicos. Isto é chacota com o povo.

> Date: Thu, 14 May 2015 08:54:22 -0300
> From: calbesms em gmail.com
> To: gial em listas.interlegis.gov.br
> Subject: [gial] Dar nome a prédios públicos (pode ter mais de um prédio com o mesmo nome?)
> 
> Pessoal,
> Bom dia a todos.
> 
> Nossa Lei Orgânica deixa claro que só pode ser dado nome a próprio 
> municipal de pessoas falecidas a pelo menos um ano, no entanto não cita 
> se há limite de quantos próprios municipais podem ter o nome de um mesmo 
> cidadão.
> 
> Sempre foi consenso de todos por aqui de que somente pode ser um nome. 
> Por exemplo: o Sr. Fulano de Tal, falecido a "x" anos só poderia ter o 
> seu nome lembrado para UM prédio, OU uma rua, OU uma praça, etc. etc.
> 
> Gostaria que algum dos colegas da lista que detenha conhecimentos desse 
> tema nos orientasse pois estamos diante de uma situação inédita para nós.
> 
> É o seguinte: um ex-prefeito, obviamente já falecido, figura de grande 
> destaque e filho de família influente, já teve o seu nome lembrado para 
> a Praça do Centro Administrativo do nosso Município. Neste mês de maio, 
> um dos vereadores solicitou-me que redigisse um Projeto de Lei dando o 
> nome deste mesmo ex-prefeito para um outro prédio público. Eu questionei 
> a iniciativa, uma vez que esse nome já havia sido homenageado, mas foi 
> argumentado de que não havia nada na Lei Orgânica Municipal que 
> proibisse. Ou seja: a velha histório do "(...) se não proíbe, então pode 
> (...)".
> 
> Para ser imparcial e buscar a orientação legal e correta, autuei 
> processo junto à nossa Assessoria Jurídica solicitando auxílio ao 
> vereador. Recebi o processo de volta do advogado, já com o projeto de 
> lei pronto, dando o nome do ex-prefeito ao prédio, e justificando que 
> isso é legal PORQUE NÃO FOI ENCONTRADO, EM NEMUHM LUGAR, NADA QUE PROIBA.
> 
> O respeito à hierarquia não permite que, aqui, eu externe minhas 
> convicções pessoais (pessoais e leigas, não sou jurista...) e nem 
> comente sobre política. Mas também não evitará que eu esgote todos os 
> meios ao meu alcance para ter certeza dos limites e restrições quanto à 
> nomear próprios municipais, caso efetivamente haja algum.
> 
> Bem... procura-se explicações convincentes e legais que esgotem o 
> assunto, além dos muros da interpretação dada à nossa LOM pelo referido 
> advogado.
> 
> Quem poderia me ajudar? Alguém já experienciou ou conhece algum caso 
> parecido? Como foi resolvido? Há manifestações de Tribunais Superiores a 
> respeito? Interpretações Consitucionais? Legislação Superior/Federal 
> pertinente? Algum tratado de Direito? Discurso de alguém famoso, com 
> fundamentos éticos?
> 
> Alguém me ajuda? Ou, pelo menos, me dá uma "aula" para que nós todos 
> aprendamos algo mais a respeito?
> 
> Toda ajuda é bem-vinda e desde já, sou antecipadamente grato!
> 
> Abraço grande à toda lista.
> Cordialmente,
> 
> Caleb Pereira Pedroso
> Diretor de Administração e Finanças
> Câmara Municipal de Alto Paraíso de Goiás (GO)
> (62) 3446-1149
> (62) 9945-3182
> 
> 
> 
> -- 
> Histórico do grupo:
> http://colab.interlegis.leg.br/search/?type=thread&order=latest&list=gial
> 
> Regras de participação:
> http://colab.interlegis.leg.br/wiki/ComoParticiparComunidade
> 
> Para administrar ou excluir sua conta visite:
> https://listas.interlegis.gov.br/mailman/listinfo/gial
 		 	   		  

-- 
Hist�rico do grupo:
http://colab.interlegis.leg.br/search/?type=thread&order=latest&list=gial

Regras de participa��o:
http://colab.interlegis.leg.br/wiki/ComoParticiparComunidade

Para administrar ou excluir sua conta visite:
https://listas.interlegis.gov.br/mailman/listinfo/gial 		 	   		  

-- 
Hist�rico do grupo:
http://colab.interlegis.leg.br/search/?type=thread&order=latest&list=gial

Regras de participa��o:
http://colab.interlegis.leg.br/wiki/ComoParticiparComunidade

Para administrar ou excluir sua conta visite:
https://listas.interlegis.gov.br/mailman/listinfo/gial 		 	   		  
-------------- Próxima Parte ----------
Um anexo em HTML foi limpo...
URL: <http://listas.interlegis.gov.br/pipermail/gial/attachments/20150514/b1c3e4b9/attachment.html>


Mais detalhes sobre a lista de discussão GIAL