[gial] Wi-fi disponível aos visitantes da Câmara

Adriano Meira - Diretor Legislativo legislativo em palmital.sp.leg.br
Quarta Agosto 12 14:29:12 BRT 2015


Boa Tarde Guilherme,

Eu também partilho da mesma opinião que você, mas, por pagar mensalidade 
a empresa que fornece o hotspot com mecanismos de registro e controle, 
que foi me dado tal parecer e resolvi partilhar com vocês para melhor 
argumentar a minha resposta.

Att.
Adriano Meira
Diretor Legislativo
Responsável pelo T.I. da Câmara


On 12/08/2015 14:24, Guilherme Wagner Ribeiro wrote:
> Adriano Meira,
>
> gostaria de conhecer melhor o argumento de que "a Câmara não pode 
> custear serviços para a população". Permitir que o visitante possa 
> acessar internet é, para mim, equivalente ao investimento e custeio de 
> espaço para participação em audiências públicas. É importante que o 
> visitante, durante uma audiência pública ou sessão do plenário, possa 
> consultar informações e disponibilizar, pelas redes sociais, o que 
> acontece na Câmara.
>
> O que não se admite é a Câmara ofertar serviços à população que não 
> estejam associados às suas funções. Basta lembrar que a ALMG e a 
> Câmara dos Deputados têm rede para visitantes, com os devidos 
> mecanismos de registro e controle desses.
>
> Abraço,
>
> Guilherme Ribeiro
>
>
>
> Em 12/08/2015 14:10, Adriano Meira - Diretor Legislativo escreveu:
>> Boa Tarde,
>>
>> A presidente da Casa me solicitou que disponibilizasse aos munícipes 
>> visitantes da Câmara o sinal do Wi-fi. Como a nossa rede é utilizada 
>> apenas internamente, jamais poderia disponibilizar a senha da rede e 
>> deixar a rede exposta aos visitantes.
>> Sendo assim, procurei uma solução de hotspot e encontrei uma empresa 
>> que oferece um roteador wi-fi que ao visitante se conectar na rede 
>> ele digita os dados dele, ficando registrado o seu acesso, para a 
>> Câmara ter o controle de quem esteve acessando, para possíveis 
>> futuros problemas e também "isola" a nossa rede, não sendo acessível 
>> pelos visitantes.
>> Essa empresa não cobra pelo equipamento, cobra apenas uma mensalidade 
>> para manutenção da base de dados e do equipamento.
>>
>> Ai obtive um parecer interno aqui com a seguinte afirmação "A Câmara 
>> não pode custear serviços para a população", alegando que o serviço é 
>> para a população e não para a Câmara, não sendo permitido a Câmara 
>> pagar tais mensalidades.
>>
>> Gostaria da posição de vocês a respeito.
>>
>> Um abraço a todos e agradeço antecipadamente.
>>
>> Att.
>> Adriano Meira
>> Diretor Legislativo
>> Responsável pelo T.I. da Câmara
>

-------------- Próxima Parte ----------
Um anexo em HTML foi limpo...
URL: <http://listas.interlegis.gov.br/pipermail/gial/attachments/20150812/4295f3fe/attachment.html>


Mais detalhes sobre a lista de discussão GIAL