[gial] Pedido de contribuição para pesquisa sobre trabalho no Legislativo

Joailson Rodrigues de Souza rabisouza em live.com
Quinta Janeiro 23 13:13:03 BRST 2014


Por Ana Lucia Santana  Tweetar O editor de textos 
 tem como atribuição ler em primeira mão os textos dos autores prestes a
 publicar seus manuscritos, decidir se eles são coerentes com o projeto
 editorial da empresa para a qual ele trabalha, harmonizar as pretensões
 do escritor e as da editora, tendo em vista as estratégias de marketing
 traçadas por este empreendimento literário. Este profissional deve 
manifestar intensa paixão pelos livros, desejo de atuar livremente, sem 
vínculos empregatícios, em veículos on-line ou off-line. 
Atualmente,
 com o amplo desenvolvimento de novas tecnologias, o editor não lida 
mais somente com obras literárias, mas é obrigado também a assumir 
outros papéis, como os de ghost writer, jornalista, crítico, autor de 
ficção, revisor,
 bem como o de administrador dos planos referentes à esfera publicitária
 e a outros campos similares. Além de manusear livros, ele tem hoje como
 instrumentos de trabalho os CD-ROMs, espaços virtuais ou complexos de 
registros que permitem a produção de informações. Atualmente este especialista está cada vez mais atuando como free-lancer. 

Conforme dados do veículo US News, em pesquisa que investiga as profissões que estão no ápice de seu desenvolvimento,
 o cargo de editor encontra-se em completa ascensão. Provavelmente 
porque ele se torna cada vez mais imprescindível para o universo 
virtual, por prover os websites e outros ambientes específicos do 
conteúdo necessário.  

Este profissional deve escrever muito bem sobre qualquer tema, de 
forma que ele possa atuar nos mais diversificados meios, desde os 
espaços abertos pelo crescimento da Internet, até empresas não virtuais.
 O editor tem que estar sempre vigilante, verificando os dados enviados 
pelos profissionais ou por companhias que desejam promover seus 
produtos, prevenindo inclusive processos judiciais que podem ser 
desencadeados pela publicação de determinados textos difamatórios. 

O editor coordena e acompanha a jornada de uma obra desde o progresso
 da concepção inicial até sua disseminação no mercado editorial. As 
etapas percorridas e as consequentes tarefas a serem cumpridas são 
relativas, dependem do porte e do estilo de cada editora. Este 
profissional pode atuar igualmente como supervisor de um veículo editado
 periodicamente, respondendo então pelo teor desta publicação. 

Aqueles que estão determinados a seguir esta carreira devem preencher
 alguns requisitos, embora não necessariamente todos eles, entre os 
quais ser graduado em língua e literatura portuguesa; ser formado nos 
estudos linguísticos, habilitados em inglês, espanhol, ou outra língua 
significativa.

Mas não há exatamente uma faculdade específica para a capacitação de 
editores. Porém, quanto maior a cultura geral, a sintonia com questões 
artísticas e estéticas, o domínio de outras línguas, a versatilidade no 
campo da informática, nos processos de reprodução de textos, na área 
tipográfica, tanto melhor para o candidato a seguir esta profissão. Os 
especialistas que demonstrarem maior tendência ao perfeccionismo, à 
análise meticulosa do material de que se encontram encarregados, terão 
maiores possibilidades de crescimento profissional. 

Fontes
http://www.finetext.de/brazilian/Editor.php

http://lafloufa.com/2008/01/24/redator-de-conteudo-a-profissao-dos-novos-tempos/


Por Ana Lucia Santana  Tweetar O Revisor de texto  é hoje uma figura cada vez mais rara nas empresas
 de comunicação, que comumente o substituem por ferramentas virtuais 
conhecidas como corretores de texto ou ortográficos, mas estas estão 
muito longe de preencher a lacuna deixada pela ausência deste 
profissional.

O praticante deste ofício não realiza apenas uma mecânica 
correção gramatical, mas sim uma completa intervenção no texto a ser 
aperfeiçoado. O revisor pode transformar desde meras palavras aqui e ali, até parágrafos inteiros, editando-os ou enriquecendo-os com a inserção de novos vocábulos.

Nas redações ou nas editoras ele trabalha conjuntamente com os profissionais responsáveis pela publicação
 dos textos revisados. É importante para o bom revisor e seus 
coordenadores verificarem não apenas a gramática, mas também a coerência
 discursiva, para que os escritos não se tornem confusos para o leitor.

O profissional competente está sempre ciente do que lhe resta conhecer,
 das técnicas que ele necessita conquistar para se tornar ainda mais 
proficiente em seu campo de trabalho. Portanto, está sempre alerta para 
possíveis erros e falhas, constantemente em estado de aprendizado. Ele 
não empreende uma leitura como qualquer outra pessoa; o revisor 
praticamente radiografa as palavras, buscando seus meandros mais íntimos
 e novas possibilidades e articulações que elas lhe ofereçam.

O revisor atua normalmente nas empresas jornalísticas e nas editoras,
 preparando o texto até que ele se transforme em sua versão final, 
pronta para ser publicada. Mas ele também pode realizar a revisão de 
pesquisas acadêmicas, complementando a revisão inicial do próprio autor 
do trabalho, o qual quase sempre faz uma autorrevisão antes de 
transferi-lo para este profissional, pois normalmente o criador do texto
 está muito ligado a ele e, portanto, mais propenso a erros. Na etapa 
final, porém, o escritor fará uma última análise das intervenções do revisor, para captar se o objetivo de seu trabalho foi alcançado.

A revisão se processa em várias fases. A primeira delas é conhecida 
como revisão primária, que às vezes é difícil de distinguir da etapa do 
copidesque – burilamento textual que pode ser elaborado igualmente por 
um redator – ou da preparação de texto – sua ordenação em parágrafos, 
capítulos, de forma a ganhar o formato final que será consumido pelo 
leitor. Este trabalho de revisão se atém mais aos aspectos ortográficos e
 sintáticos. Nas pesquisas oriundas de instituições de ensino é também 
realizada, neste momento, a adequação aos parâmetros da ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas – ou a outros órgãos similares.

Na Revisão Secundária são enfocadas as expressões verbais, os 
exageros no uso da eufonia – busca de sons harmoniosos na combinação das
 palavras -, a linguagem coloquial, a inteligibilidade textual, a 
sintaxe e a explanação das idéias. Todos os aspectos do idioma são 
profundamente observados. A Revisão de Provas é elaborada quando o livro
 já está disposto visualmente no formato da página; portanto todos os 
detalhes relacionados a esta diagramação devem ser verificados.

Finalmente, na Revisão final, é empreendida uma 
leitura derradeira do escrito, quando então se observam as mínimas 
miudezas que podem ter restado. Lapidam-se as últimas arestas, antes que
 soe o momento da entrega do texto para publicação. E, claro, sempre 
restarão detalhes a serem conferidos enquanto for realizada uma nova 
busca. Daí o leitor normalmente ainda encontrar pequenos lapsos no 
momento do consumo do texto.

Fontes

http://pt.wikipedia.org/wiki/Revisão_de_texto

http://ednucci.wordpress.com/


Date: Thu, 23 Jan 2014 12:57:54 -0200
From: giovana.divcol em gmail.com
To: gial em listas.interlegis.gov.br
Subject: [gial] Pedido de contribuição para pesquisa sobre trabalho no Legislativo

Caras/os Colegas, Estou pesquisando sobre as atribuições dos cargos de redator, revisor e linguista nos parlamentos no Brasil. Peço, então, a vocês que encaminhem para mim a legislação que trata do assunto em sua casa legislativa. Quanto mais dados eu conseguir a respeito, melhores serão os resultados da minha análise.
Agradeço desde já. Um abraço, Giovana
-- 
Giovana de Sousa Rodrigues - Redatora
SECRED/DIVCOL/DIRLEG
Câmara Municipal de Belo Horizonte - CMBH
(31) 3555-1309
giovana.divcol em gmail.com
giovana em cmbh.mg.gov.br
 


-- 
Site da Comunidade GIAL:
http://colab.interlegis.leg.br

Regras de participa��o:
http://colab.interlegis.leg.br/wiki/ComoParticiparComunidade

Para pesquisar o hist�rico da lista visite:
http://colab.interlegis.leg.br/wiki/PesquisaListas

Para administrar ou excluir sua conta visite:
http://listas.interlegis.gov.br/mailman/listinfo/gial 		 	   		  
-------------- Próxima Parte ----------
Um anexo em HTML foi limpo...
URL: <http://listas.interlegis.gov.br/pipermail/gial/attachments/20140123/919d52e8/attachment.html>


Mais detalhes sobre a lista de discussão GIAL