[gial] Ajuda sobre Redação de Documento Legislativo

EDNEZIO SANTIAGO ednezio em ednezio.com
Quinta Fevereiro 10 11:08:14 BRST 2011


Caleb,

Na Câmara Municipal de Conceição do Coité - Bahia, há mais de 10 (dez) anos,
foi adotado o sistema de ata em folhas soltas impressas por computador, que
ao final do ano são encadernadas.

A Coordenação Parlamentar prepara o roteiro da sessão para o Presidente, de
acordo com a Pauta da Ordem do Dia estabelecida por Edital, 48hs antes da
Sessão. Do roteiro é prepara uma pré-ata na mesma sequência do roteiro. Fica
faltando apenas a fala dos oradores que são inseridas de forma bastante
resumida. Assim possibilita que a ata seja aprovada ao final da sessão.

Quando o Vereador precisa inserir o discurso integralmente na ata restam
duas opções. Trazer o discurso em arquivo digital para sua inserção ou a sua
trancrição é feita a parte, mediante certidão do conteúdo da gravação do
audio.


Atenciosamente,


Ednézio Santiago
Coordenação Parlamentar
Câmara Municipal de Conceição do Coité - Ba.






*Ednézio Santiago**   (75 -81739398)
*Assessorando Câmaras e Prefeituras há mais de 20 anos.*
**


 *PUBLICAMOS DIÁRIOS OFICIAIS*
www.diariooficialdomunicipio.com.br
www.diariodolegislativo.com.br <http://www.diariooficialdomunicipio.com.br/>

*Técnico em Contabilidade, Pós-Graduado em Administração Pública Municipal,
em Psicopedagogia e Psicanálise Clínica, Master em Neurolinguistica (PNL).

*
Visite    www.psicorpo.com.br
"Impossível viver sem saber reviver. Mario Benedetti."

*



Em 10 de fevereiro de 2011 09:12, Oswaldo Pedroto <
procuradoria em cmpiuma.es.gov.br> escreveu:

>  Aqui, na Câmara Municipal de Piúma (ES), as reuniões plenárias e de
> comissões são todas gravadas (imagem e som); assim, na ata (que é justamente
> o resumo do que ocorreu) fazemos constar o seguinte: "Na fase da Tribuna,
> usaram da palavra os Vereadores ..., conforme registrado no sistema de áudio
> e som da Câmara". Cada Vereador recebe, em até 2 dias após a reunião, cópia
> em DVD da gravação.
>
> Oswaldo Pedroto
> Procurador Legislativo
>
> Em 10/02/2011 08:54, Paulo Sergio Cordeiro escreveu:
>
> Caro Caleb,
>
> Sou novo na lista do Gial e estou começando a conhecer os participantes.
> Por isso peço que informe em que local você trabalha.
>
> Sobre seus questionamentos concordo inteiramente com você e realmente na
> maioria dos casos não há como escrever exatamente o que o vereador diz
> em seu pronunciamento.
>
> É claro que se deve ter um cuidado especial para que a transcrição não
> altere o sentido do que foi dito pelo vereador e tenho certeza de que
> você tem tido esse cuidado.
>
> Aqui na Câmara eu uso o seguinte critério: Se o vereador diz algo que
> pode gerar grande polêmica como alguma denúncia ou ofensa então eu
> procuro transcrever exatamente o que foi dito. Nos outros casos
> transcrevo normalmente consertando os erros gramáticais, com excessão
> dos casos onde o Vereador solicita a transcrição fiel de todo o
> discurso. Quando isso ocorre, transcrevo o discurso todo e até os erros
> de português, procedo desta forma porque é o que determina o Regimento
> Interno da Casa.
>
> No meu ponto de vista a Ata é um resumo da sessão e como tal deve conter
> os fatos essenciais da reunião e não a integralidade do que foi dito. Se
> algum vereador quer ter acesso a integralidade, deve recorrer a
> gravação. Existem vários locais em que se usa a taquigrafica para isso
> também.
>
> Você pediu sugestão de bibliografia. Os livros que uso aqui são os
> seguintes:
>
> Manual de Redação da Presidência da República
> Correspondência Comercial e Oficial - Reinaldo Mathias Ferreira (livro
> antigo, que as vezes uso para sanar dúvidas) - Ed. Ática
> Escrever Melhor - Dad Squarisi e Arlete Salvador - Ed. Contexto
> A Arte de Escrever Bem - Dad Squarisi e Arlete Salvador - Ed. Contexto
> Dicionário Aurélio
> GConjugue (software linux para conjugação verbal)
>
> Espero ter ajudado!
>
> Um grande abraço!
> Deus abençõe a todos!
>
> Paulo Sérgio
> CM Salmourão - SP
>
>
>
>
> Em Qui, 2011-02-10 às 07:21 -0200, Caleb escreveu:
>
>  Ave, caríssimos gial's :)
> Meu cordial bom dia a todos na lista.
>
> Preciso de uma opinião dos amigos a respeito de redação de atas e de pareceres das Comissões Permanentes, principalmente na seara das Comissões de
> Justiça e Redação e da Comissão de Finanças e Orçamento.
>
> A Secretaria da Câmara tem sido sistematicamente criticada por um vereador local quanto à redação das atas das sessões como um todo e especificamente
> quanto ao tempo dos verbos e ao vocabulário usado para contornar os erros de português e as dificuldades de expressão dos vereadores menos lapidados
> nas artes da oratória - nem sempre dá para escrever" ipsis leteris" o que alguns de nossos ilustres edis vocalizam... às vezes é necessário, sim,
> transcrever o sentido do pronunciamento.
>
> Tenho absoluta certeza de que a qualidade e fidelidade de nossas atas são bastante razoáveis - para dizer o mínimo... e para manter uma saudável
> modéstia... - mas antes de ser um pouco mais assertivo na defesa de nosso trabalho diante do nobre vereador eu quero revisar a minha "lição de casa" e
> fazer uma auditoria bem honesta do trabalho de redação que atualmente fornecemos a nossos gestores: os vereadores de nossa Câmara Municipal.
>
> Minhas referências têm sido os Manuais de Redação dos Poderes das esferas Estaduais e Municipais obtidos através dos respectivos portais web mesclados
> com as referências de minha vida profissional, e minha atual idéia inicial é desenvolver um pequeno Guia impresso que sirva de referência a
> funcionários e vereadores.
>
> Assim sendo, eu gostaria de saber se os amigos podem me fornecer mais referências sobre o assunto; qualquer indicação, bibliografia ou conselho será
> bem-vindo. Obviamente, se dispuserem de algum Manual ou Regulamento que esteja em uso em vossas Casas Legislativas e que seja com Licença de Uso que
> possibilite sua livre adaptação e modificação para servir como meu  ponto de partida, isso seria uma valiosa ajuda.
>
> Por oportuno, aproveito para ressaltar que antevejo o mesmo embate de paradigmas quando começarem as reuniões da Comissão de Justiça e Redação, da
> qual o nobre vereador é Presidente e eu serei o redator de atas das reuniões e auxiliarei o Assessor Legislativo na composição de alguns pareceres.
>
> Ah!  Ia esquecendo, temos dois de nossos vereadores cadastrados como participantes da lista, talvez eles também se manifestem. Trata-se da ver.
> Neuzair Barbosa e do ver. Eduardo Estellita, ambos membros da nova Mesa Diretora eleita em Dezembro passado.
>
> Muito grato pela atenção dos amigos.
> E antecipadamente grato pelas opiniões e ajudas.
>
> Cordialmente,
> Caleb Pereira Pedroso
> Secretário Administrativo
>
>
>
>
> --
> Site da Comunidade GIAL:
> http://colab.interlegis.gov.br/gial
>
> Regras de participação:
> http://colab.interlegis.gov.br/wiki/ComoParticiparComunidade
>
> Para pesquisar o histórico da lista visite:
> http://colab.interlegis.gov.br/wiki/PesquisaListas
>
> Para administrar sua conta visite:
> http://listas.interlegis.gov.br/mailman/listinfo/gial
>
-------------- Próxima Parte ----------
Um anexo em HTML foi limpo...
URL: <http://listas.interlegis.gov.br/pipermail/gial/attachments/20110210/1a52b9a6/attachment.html>


Mais detalhes sobre a lista de discussão GIAL