[gial] RES: RES: RES: RES: RES: Transparência pública

Iber Vasconcelos Jr. iber em camarabirigui.sp.gov.br
Quinta Maio 6 21:31:57 BRT 2010


Olá amigos;

 

Modestamente metendo minha colher neste verdadeiro angu de caroço, concordo
com vocês quando dizem que o mais importante seria um sistema de gestão de
custos. Acho que hoje seria impraticável colocar “em tempo real” as
informações exigidas, mais por questões envolvendo a gestão propriamente
dita e menos em função de tecnologia. O dado levantado pelo Róbison sobre o
custo no BB refere-se somente a esta instituição...podemos, num exercício
verdadeiramente lúdico, imaginar quanto custaria a manutenção de um sistema
desses abrangendo TODOS os entes da administração pública em seus diversos
níveis. Sem dúvida que grande parte desse custo seria coberto com o dinheiro
que deixaria de escoar pelos diferentes sumidouros, que vão desde a simples
e mais rematada incompetência a mais descarada corrupção. Mas não creio que,
entre projetar, elaborar, testar, instalar, treinar e colocar em prática
essa quimera sejam consumidos menos que 3 anos de trabalho sério, dedicado,
focado e sem limitações de orçamento e influência política, e isso sob
gestão altamente qualificada e profissional. Isso posto, não creio que seja
motivo para não termos essa meta (que já é uma obrigação legal, gostemos ou
não) em vista. Até pq, mais cedo ou mais tarde algum nobre representante do
valoroso (sem ironias...) MP vai pegar algum administrador, seja técnico ou
político, para exemplo.

 

 

Iber

 

De: gial-bounces em listas.interlegis.gov.br
[mailto:gial-bounces em listas.interlegis.gov.br] Em nome de Robison Gonçalves
de Castro
Enviada em: quinta-feira, 6 de maio de 2010 18:55
Para: Grupo Interlegis de Assessoria Legislativa
Assunto: [gial] RES: RES: RES: RES: Transparência pública

 

Existem registros. Mesmo de parlamentares que apontaram as dificuldades e
custos.

Falou-se aqui em sistemas de automação bancária como modelo. O Do BB tem
custo de manutenção de quase 2 bilhões de reais por ano, para avaliarmos.

 

Róbison Gonçalves de Castro

Diretor de Planejamento e Fomento do Projeto Interlegis

rgcastro em senado.gov.br

55(61)3303-2618

 

  _____  

De: gial-bounces em listas.interlegis.gov.br
[mailto:gial-bounces em listas.interlegis.gov.br] Em nome de Kelly Soares
Enviada em: quinta-feira, 6 de maio de 2010 15:45
Para: Grupo Interlegis de Assessoria Legislativa
Assunto: Re: [gial] RES: RES: RES: Transparência pública

 

Claro que sei. Só queria me certificar de que existem registros advertindo
sobre todas essas questões, que certamente foi o que fizeram. 
O Senado tem uma consultoria extremamente capaz e responsável. Duvido muito
que não advertiram para as consequencias da aprovação dessa proposição. 
Quanto aos instrumentos de transparência que você menciona não serem
atendidos até hoje, boa lembrança. Aproveito para falar dos instrumentos de
participação popular. Olha, em municípios, quando se fala em audiência
pública, principalmente para questões orçamentárias, é lamentável a presença
insignificante da população. Mesmo dos movimentos organizados e conselhos
municipais. Na verdade, a sociedade ainda engatinha nessa seara. Quando
procuradora geral na Câmara de Sete Lagoas, cheguei a orientar audiências
públicas para discussão de projetos de leis orçamentárias, com a
participação exclusiva de alguns vereadores, seus assessores e não mais que
meia dúzia de "curiosos" que apenas iam assistir. Estou falando de um
município a 65 km da capital, pólo industrial e universitário e com mais de
240 mil habitantes. Triste isso!!

Um abraço

Kelly

  _____  

POR ANO SÃO ENCONTRADOS 609.000 SITES QUE ROUBAM DADOS. VEJA COMO SE
PROTEGER AQUI.
<http://www.microsoft.com/brasil/windows/internet-explorer/features/navegue.
aspx?tabid=1&catid=1&WT.mc_id=1565> 

-------------- Próxima Parte ----------
Um anexo em HTML foi limpo...
URL: <http://listas.interlegis.gov.br/pipermail/gial/attachments/20100506/cfb5532b/attachment.html>


Mais detalhes sobre a lista de discussão GIAL