[gial] RES: RES: Equipe do Interlegis na C âmara de Jataí

Kelly Soares kellyconsultoria em hotmail.com
Segunda Maio 3 09:44:44 BRT 2010


Grande Iber.

Abraço cara!!

Kelly Cristina O. Soares 




From: iber em camarabirigui.sp.gov.br
To: gial em listas.interlegis.gov.br
Date: Mon, 3 May 2010 09:01:32 -0300
Subject: Re: [gial]	RES:  RES:  Equipe do Interlegis na C âmara de Jataí




















Grande Kelly.

 

Iber

 





De:
gial-bounces em listas.interlegis.gov.br
[mailto:gial-bounces em listas.interlegis.gov.br] Em nome de rabi souza

Enviada: Friday, April 30, 2010 8:40 AM

Para: Grupo Interlegis de Assessoria Legislativa

Assunto: Re: [gial] RES: RES: Equipe do Interlegis na C âmara de Jataí





 

Professor,
Doutor Marcelo, 



Vossemecê "botou para quebrar" com essa "zetética" -
metodologia investigativa, indagatória, voltada para a resolução de problemas
teóricos. Parabéns!







Joailson R. de Souza

Diretor de Plenário

Câmara Municipal dos Vereadores

69 735 000 - Presidente Figueiredo-AM.



92 33241146 Ramal 31

Celular 92 81841381.

rabisouza em hotmail.com







> Date: Thu, 29 Apr 2010 20:35:38 -0300

> From: mnerling em usp.br

> To: gial em listas.interlegis.gov.br

> Subject: Re: [gial] RES: RES: Equipe do Interlegis na C âmara de Jataí

> 

> Dra. Kelly,

> como escreví, sinto o silencio e vivo o silencio que vive o Hélio e 

> outros mais.

> Leio tanto desabafo, tando lamento e alegria na Lista, e jamais me 

> insurgí contra qualquer manifestação.

> A origem desse tema são algumas perguntas. Estas, davam continuidade a 

> um email, logo, não fui o autor da primeira manifestação. Logo, 

> aprofundei o tema. Perguntei:

> Quem selecionou as Camaras que participarão dessa etapa do 'Projeto

> II'?

> Aonde encontro a lista com as 'selecionadas' com os critérios de seleção?

> Quais são os projetos e ações a serem desenvolvidos em Jataí, por exemplo?

> Qual o valor das diárias e qual o custo desses três servidores que

> 'realizarão o trabalho de diagnóstico do parlamento'?

> Quanto custará essa ação?

> E o diagnóstico existente/Censo do Legislativo, não serve?

> É realmente preciso deslocar tres pessoas 'servidores' - Maurício

> Silva (chefe da equipe), Cláudio Morale e Higino Brito Vieira

> (assessores)para o interior do Amazonas para iniciar os trabalhos de

> modernização do legislativo?

> Quando foi a 'sensibilização' em Manaus?

> Pouca comunicação para apenas 'tres' (03) Camaras, não é mesmo? Ou 

> seria pouca estratégia, diria um conceituado parceiro da Lista?

> A notícia foi que 'Uma equipe da Secretaria Especial do Interlegis, do 

> Senado Federal,estará em Jataí nos próximos dias 27 a 30 de abril, 

> para solicitar 'a

> última versão de alguns documentos, como a Lei Orgânica do Município,

> Regimento Interno, plano de capacitação de servidores, plano de

> carreira, organograma e regulamento administrativo'. Isso estava na
notícia.

> Eu realmente não consigo entender como o Interlegis pensa em fazer a 

> modernização do legislativo, sem que se modernize, enquanto órgão do 

> Senado que é, abrindo-se ao controle e asumindo uma prática republicana.

> Protesto pelo fim do silencio, pelo fim das surpresas. E isso é objeto 

> dessa lista sim, porque diz respeito à práticas de parlamentares e de 

> servidores e comissionados.

> Quem quer 'ensinar' modernização ao país, não pode viver de velhas
práticas.

> Os atos secretos devem ser combatidos, muito mais no Senado da República.

> Eu me daria, no ponto, por satisfeito com a manifestação pública do 

> direção do Interlegis. Infelizmente, o que vejo quando a 'realpolitik' 

> fala é mudança dos assuntos e do foco.

> Negam os problemas e não dão respostas. Pedí o planejamento. Pedí por 

> email direto e nada. Apenas o silencio.

> A mobilização pela manutenção do Interlegis, e vejam as postagens 'não 

> se justifica o interlegis e o ILB', verão minha postura e atuação no 

> caso.

> Desvios de foco, não aceito porque esse espaço é de modernização e de 

> formação de assessoria legislativa.

> É por isso que investí e continuo investindo meu tempo com as Listas 

> do Interlegis, e agregando muita gente boa.

> E não penso em abandonar o barco, porque o que me move é um 

> legislativo forte, controlador, legislando com eficiencia e fazendo 

> desse produto um Brasil melhor e mais forte. E isso começa aquí e 

> agora. Não no futuro.

> Estou convencido de que estamos dando uma contribuição fundamental, 

> possível pela existencia da universidade pública, para o 

> fortalecimento do legislativo. Não é acusação. É pergunta, é zetética. 

> É Ciencia.

> Att.

> 

> -- 

> Prof. Dr. Marcelo Arno Nerling

> Curso de Gestão de Políticas Públicas

> Escola de Artes, Ciências e Humanidades

> Universidade de São Paulo - USP

> 

> 

> Citando Kelly Soares <kellyconsultoria em hotmail.com>:

> 

> >

> > Prof. Marcelo,

> >

> > É ótimo ler uma mensagem sua dirigida a mim, depois de tanto tempo. 

> > Vou ser mais clara em relação à ponderação que fiz sobre 

> > deselegância. Não me referi à sua mensagem ao Rodrigo Luz, mas, sim 

> > às várias que vem sendo postadas direcionadas ao Diretor do 

> > Interlegis. E, apenas para constar, não sou a favor do silêncio e 

> > abomino a mordaça. Apenas me pautei no tocante à forma e lugar de 

> > postar os questionamentos que vem sendo feitos pelo Sr. E, data 

> > absoluta vênia, eles não são feitos de forma elegante.

> > Há uma insinuação constante e gritante de cunho quase acusatório em 

> > alguns apontamentos feitos pelo Sr.

> > E, a menos que eu muito me engane, a posição do amigo Hélio em 

> > relação ao silêncio que obteve em uma de suas manifestações, ah 

> > sim!!!.. aquilo foi muito diferente. Diferente porque o meu amigo 

> > Hélio, apresentou um material de cunho colaborativo relacionado à 

> > comunicação do Interlegis. E sempre se portou no intuito de que o 

> > Interlegis fosse comunicativo e ouvisse toda a comunidade. Mas, pelo 

> > menos em minha lembrança, nos bem mais de 3 anos de convivência (em 

> > situações virtuais e pessoais) nunca ouvi do Hélio uma manifestação 

> > com postura inquisitiva como o que vejo aqui há alguns meses, 

> > proliferada pelo senhor.

> > Não o conheço pessoalmente, prof., mas, reconheço sua paixão pela 

> > República, pela Democracia e pelo exercício cívico de cidadania. 

> > Mas, ao mesmo tempo, não posso fechar os olhos para os equívocos que 

> > percebo na prática dessas paixões.

> > Tenho conhecimento de que talvez bem mais de 50% dos membros dessa 

> > lista sejam da respeitável universidade onde o senhor leciona. E, ao 

> > que sei, todos eles lhe tem muito respeito e admiração. Não vejo, 

> > portanto, nenhuma necessidade de auto-afirmação, como o que vejo 

> > demonstrada em cada mensagem sua, com raríssimas exceções.

> >

> > O GIAL é sim, um GRUPO INTERLEGIS DE ASSESSORIA LEGISLATIVA, criado 

> > para a troca de idéias e informações relacionadas ao processo 

> > legislativo e sua modernização, inicialmente com a participação de 

> > pessoas diretamente ligadas às Casas Legislativas. Muito nos alegrou 

> > a participação de outras pessoas, pois isso enriquece o debate e 

> > aumenta os conhecimentos. Pelo menos, deveria ser assim, sempre! 

> > (por favor, não estou dizendo que não há aprendizado)

> >

> > O que o senhor pretende, e eu não sou ignorante para não perceber 

> > isso, é questionar os atos de gestão do Interlegis. E, os atos de 

> > gestão, assim como os próprios às Casas Legislativas, aos Governos e 

> > à Administração do Poder Judiciário, são atos próprios de gestão, e 

> > como tais, são definidos pela equipe de gestão. Por óbvio há que se 

> > respeitar a legislação. Por óbvio também que se há necessidade, o 

> > controle social deve agir e solicitar informações e documentos que 

> > entenda pertinentes. E por mais óbvio ainda, as contas são prestadas 

> > e nesse caso ao TCU, sem contar com o controle diretamente exercido 

> > pelo próprio BID.

> >

> > Mas, se essa lista é um grupo, em COMUNIDADE INTERLEGIS, ou há 

> > unidade ou ela perde sua razão. Isso é o que pondero quando sugiro 

> > um novo grupo específico para sua pretensão de controle social, que 

> > em momento algum disse ser ilegítimo.

> >

> > Mas, tudo bem!... sei que a incompreensão humana é algo difícil de 

> > se combater e a causa dos vários males da sociedade.

> > Não pense o senhor que estou a desqualificar o diálogo ou a me 

> > refutar da discussão. Apenas gostaria de ver essa comunidade falando 

> > a mesma língua algum dia, novamente, ao contrário de ficarmos com o 

> > pé atrás diante do avanço do programa Interlegis, nos perguntando 

> > se as insinuações trazidas à lista tem fundo de verdade ou se é 

> > algo pessoal existente entre seus interlocutores ou protagonistas.

> >

> > Apenas para registrar, ao que se sabe, o Interlegis depois de passar 

> > por um vasto e penoso processo de avaliação (e todos nós nos 

> > entregamos num trabalho de convencimento de que o programa é viável 

> > e necessário) reassume sua postura, colocando em prática o que já 

> > deveria ter sido a muito feito. As insinuações e inquisições, 

> > colocam em dúvida a própria viabilidade e necessidade que outrora 

> > sustentamos.

> >

> > Nosso amigo Hélio principalmente, tanto se empenhou na defesa do 

> > programa e da necessidade de sua manutenção, quando um estudo por 

> > causa de horrores que assolam o Senado há décadas,ameaçava extinguir 

> > o Interlegis. A propósito, s.m.j., não me lembro nessa lista dessa 

> > defesa feita pela sua universidade, professor.

> >

> > Quanto ao trabalho feito pelos seus alunos, sob sua coordenação, 

> > junto à Câmara Municipal de São Paulo ou de qualquer outro 

> > município, receba meu louvor e agradecimento (apesar de não ser 

> > paulistana), mas, sou apaixonada pelo Poder Legislativo e me festejo 

> > com tudo que seja em seu benefício. Torço muito para que trabalhos 

> > dessa ordem sejam grandiosos ao ponto de não pretenderem ser 

> > competitivos com outros, a exemplo do que é desenvolvido pelo 

> > Interlegis.

> >

> > Desculpe-me pela sinceridade, mas, é o que sinto e penso e como eu 

> > já afirmei, não sou pelo silêncio e abomino a mordaça!

> >

> > Saudações!

> >

> > Kelly

> >

> > _________________________________________________________________

> > O Internet Explorer 8 te dá dicas de como navegar mais seguro. 

> > Clique para ler todas.

> >
http://www.microsoft.com/brasil/windows/internet-explorer/?WT.mc_id=1500

> 

> 

> 

> -- 

> Site da Comunidade GIAL

> http://colab.interlegis.gov.br

> 

> Para pesquisar o histórico da lista visite:

> http://colab.interlegis.gov.br/wiki/PesquisaListas

> 

> Para administrar sua conta visite:

> http://listas.interlegis.gov.br/mailman/listinfo/gial







Quer
transformar suas fotos em emoticons para o Messenger? Clique aqui e veja como.

 		 	   		  
_________________________________________________________________
O Internet Explorer 8 te dá dicas de como navegar mais seguro. Clique para ler todas.
http://www.microsoft.com/brasil/windows/internet-explorer/?WT.mc_id=1500
-------------- Próxima Parte ----------
Um anexo em HTML foi limpo...
URL: <http://listas.interlegis.gov.br/pipermail/gial/attachments/20100503/4b203858/attachment.html>


Mais detalhes sobre a lista de discussão GIAL